Apple anuncia migração de dados do iCloud de usuários chineses dos EUA para a China


A Apple havia anunciado, em julho passado, que abriria o seu primeiro data center na China com ajuda da firma Guizhou-Cloud Big Data Industry (GCBD), para satisfazer as leis de segurança cibernética do país. Ao fazer isso, a Maçã se tornou a primeira empresa estrangeira a se adaptar à nova lei.

Hoje (10/1), diversos usuários receberam um email constatando que os serviços do iCloud na China continental mudarão para um servidor operado pela GCBD já a partir do próximo mês, conforme contou o People’s Daily, China. Como a GCBD é de propriedade do governo provincial de Guizhou, no sul da China, questões sobre a segurança dos dados dos usuários foram levantadas, mas a Maçã garantiu que “há fortes proteções de dados e de segurança acontecendo” e que “nenhuma backdoor será criada nos nossos sistemas”.

A Apple anunciou na quarta-feira sua decisão de mudar os dados do iCloud dos clientes da China continental dos EUA para a China, prometendo que a realocação não irá pôr em risco a segurança das informações dos usuários.

A Apple ainda afirmou que essa mudança garantirá que continuem a “melhorar a velocidade e a confiabilidade” do iCloud e também que estejam de acordo com as regulações chinesas. No email, os usuários precisam aceitar os termos e condições propostos pela GCBD; aos que não quiserem usar o iCloud sendo operado pela firma, só resta a opção de cancelar a conta.

A realocação de dados do iCloud de usuários chineses dos EUA para a China acontecerá em 28 de fevereiro, o que dá bastante tempo para que todos estejam cientes da mudança.

via 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: