Novo chip Bluetooth da Qualcomm promete até 12 horas de reprodução para fones sem fio

Conceito de fones sem fio usando o novo chip Bluetooth | Qualcomm

Imagem de destaque


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
10/01/2018 às 22:44

A Qualcomm, outrora amiga da Apple e agora ferrenha inimiga nos tribunais mundiais, apresentou nesta semana um novo chip Bluetooth que, de acordo com eles, resolverá dois dos principais problemas encontrados em dispositivos dotados da tecnologia hoje em dia: melhor conexão em áreas com muitos sinais e desempenho de bateria.

Quem explicou tudo foi Anthony Murray, vice-presidente sênior e gerente geral da unidade de negócios de voz e música da Qualcomm. Segundo ele, o novo SoC1 QCC5100 reduz o consumo de energia em 65%. A consequência disso? Fones de ouvido com quase três vezes o tempo de reprodução em comparação com fones atuais, podendo chegar a até 12 horas!

Ainda segundo Murray, o novo chip tem uma potência de transmissão significativamente melhor, o que deve reduzir o número de vezes que os fones são cortados quando você está em ambientes com muitos sinais (metrô lotado, aeroportos, etc.). Além disso, ele tem o dobro da capacidade de processamento da geração passada. Na prática, isso significa que o chip é capaz de fornecer um cancelamento de ruído muito mais robusto, além de poder realizar coisas muito bem-vindas como, por exemplo, escutar que um anúncio importante está sendo feito no alto-falante do aeroporto e diminuir o volume da música para que você não perca a informação. Sem falar, é claro, nas capacidades biométricas (como por exemplo, frequência cardíaca).

O QCC5100 suporta o Bluetooth 5, anunciado em 2016 e já presente nos aparelhos topo-de-linha do mercado, como o iPhone X e o Galaxy S8.

Ainda não existem fones de ouvido no mercado equipados com o chip, mas será questão de tempo até os primeiros aparecerem — ainda neste ano, provavelmente no terceiro trimestre. Veremos se a Apple conseguirá responder a altura com a sua nova geração do chip que equipa os AirPods e alguns fones sem fio da Beats, o W1.

via Gizmodo

Notas de rodapé

  1. System-on-a-chip, ou sistema-em-um-chip.
Posts relacionados
Comentários
  • Bruno Martins Mendes Vieira

    Sugestão de preço ? Uns 200 dólares ?

  • Ubirajara Batalha

    Estou errado, ou o chip Bluetooth que a Apple usa é melhor? Afinal os Beats Solo2 e Studio2 suportam 12h tocando música e o novo chip da Maçã, chamado de W1, al que me consta suporta até 40h tocando música nos Beats Solo3 e Studio3…

  • Paulo Roberto Ramos de Andrade

    Mas estes fones não tem tamanhos (e baterias) grandes ?

  • compara o tamanho dos fones. certeza que os beats tem bateria maior.

  • Atende ligações telefônicas também?

  • Gustavo Faria

    É… bem satisfeito com meu Edifier W800BT e suas 35 horas de áudio e 800 em StandBy…

  • Ubirajara Batalha

    Achei que os Airpods tivessem 12h de autonomia também! Mas acabei de ver que esses duram 5h apenas em uma carga, então realmente esse Bluetooth da matéria é melhor!

  • Alexandre da Silva Brites

    Eu tenho um fone bluetooth da Marshall com bateria para 30 horas de música

  • Pô, 12 horas é um grande salto para esses fones pequenos assim.

  • Vordeck

    Não vejo necessidade eu duvido que vc fique na semana quando trabalhando usando fone o dia inteira ouvindo musica.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: