Apple se junta ao Fundo Malala para apoiar a educação de meninas e defender a igualdade de oportunidades


A Apple anunciou hoje mais uma bela ação em prol da educação global.

Em um comunicado para a imprensa, a companhia anunciou que se tornará o primeira parceira do Fundo Malala, permitindo uma expansão significativa do esforço da ativista paquistanesa vencedora do Prêmio Nobel da Paz Malala Yousafzai para apoiar a educação de meninas e defender a igualdade de oportunidades.

Apple se junta ao Fundo Malala

Tim Cook e a vencedora do Prêmio Nobel da Paz Malala Yousafzai visitam estudantes libaneses e sírios em Beirute, no Líbano.

Com o apoio da Apple, o Fundo Malala quer duplicar o número de bolsas concedidas pela Rede Gulmakai e ampliar os programas de financiamento para a Índia e a América Latina com o objetivo inicial de ampliar as oportunidades de educação secundária para mais de 100 mil meninas.

A ideia da Apple é ajudar o Fundo Malala a escalar a sua organização ao auxiliar com tecnologia, no currículo e na pesquisa sobre as mudanças de políticas necessárias para ajudar meninas em todos os lugares a frequentar escolas e completar sua educação. Além disso, Tim Cook (CEO da Apple) também se juntará ao conselho de liderança do Fundo Malala.

Abaixo, a declaração de Malala:

Meu sonho é que cada menina escolha o seu próprio futuro. Através de suas inovações e filantropia, a Apple ajudou a educar e capacitar pessoas ao redor do mundo. Agradeço por a Apple conhecer o valor de investir em meninas e por se juntar ao Fundo Malala na luta para garantir que todas possam aprender e liderar sem medo.

Apple se junta ao Fundo Malala

Malala Yousafzai discutindo a importância da educação das meninas.

Eis a declaração de Cook:

Nós acreditamos que a educação é uma grande força de equalização e compartilhamos o compromisso do Fundo Malala de dar a cada garota a oportunidade de ir para a escola. Malala é um valente defensora da igualdade. Ela é uma das figuras mais inspiradoras do nosso tempo e somos honrados em ajudá-la a ampliar o importante trabalho que está sendo feito para capacitar meninas ao redor do mundo.

Apple se junta ao Fundo Malala

Tim Cook e Malala Yousafzai na frente à casa de uma família com filhas que frequentam a escola em Beirute, no Líbano, apoiada pelo Fundo Malala.

Segundo o comunicado, o Fundo Malala trabalha desde 2013 em parceria com outras organizações, com o setor privado e governos de todo o mundo para colocar em prática o direito de todas as meninas a 12 anos de educação gratuita, segura e de qualidade. Atualmente, a Rede Gulmakai do fundo apoia programas no Afeganistão, no Paquistão, no Líbano, na Turquia e na Nigéria.

Com cerca de 130 milhões de meninas fora da escola, a importância do trabalho de Malala é cada vez mais essencial.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: