Apple fecha o primeiro trimestre fiscal de 2018 com receita recorde de US$88,3 bi e lucro de US$20,1 bi [atualizado 5x]


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
01/02/2018 às 19:32

A Apple acaba de divulgar seus resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre fiscal de 2018, que compreende toda a sua operação do começo de outubro até o dia 30 de dezembro de 2017.

A companhia revelou uma receita trimestral recorde de US$88,3 bilhões, ou 13% a mais que no mesmo período do ano passado, com lucro líquido de US$20,1 bilhões (+12%) e ganhos por ação diluída de US$3,89 (+16%), também recorde histórico. Vendas internacionais compreenderam 65% de todo o faturamento trimestral.

Eis os números por segmentos:

Vale lembrar que esse foi o primeiro trimestre que compreendeu as vendas do iPhone X, ainda que por apenas dois terços dele. A má notícia é que a Apple não bateu o seu recorde de vendas em unidades, caindo 1% em relação ao primeiro trimestre fiscal de 2017, porém deu uma bela disparada em receita devido principalmente ao preço superior do iPhone X — o que levou o preço média de venda de iPhones para US$796 no período.

Tim Cook, CEO da Apple, emitiu a seguinte declaração:

Estamos contentes em divulgar o maior trimestre da história da Apple, com crescimento ampliado que inclui a maior receita da história na linha iPhone. O iPhone X superou as nossas expectativas e tem sido nosso iPhone mais vendido toda semana desde que chegou ao mercado em novembro. Nós também atingimos uma meta significativa com a nossa base instalada de dispositivos, chegando a 1,3 bilhão em janeiro. Isso representa um aumento de 30% em apenas dois anos, o que comprova a popularidade dos nossos produtos e a lealdade e satisfação dos nossos clientes.

E, aqui, a do CFO Luca Maestri:

Graças a uma ótima performance operacional e de negócios, nós atingimos um lucro recorde histórico durante o trimestre, com ganhos por ação diluída subindo 16%. O fluxo de caixa de operações foi bem forte, a US$28,3 bilhões, e nós devolvemos US$14,5 bilhões a investidores através do nosso programa de retorno de capital.

Olhando à frente para o segundo trimestre fiscal de 2018, a Apple prevê uma receita entre US$60 e US$62 bilhões, margem bruta entre 38% e 38,5%, gastos operacionais entre US$7,6 e US$7,7 bilhões, outras receitas/(despesas) de US$300 milhões e uma taxa de impostos de aproximadamente 15%.

O conselho administrativo da Apple declarou um dividendo em dinheiro de US$0,63 por ação comum da companhia, pagável em 15 de fevereiro de 2018 a todos os acionistas registrados até o fechamento dos negócios em 12 de fevereiro de 2018.

Daqui a pouco, às 20h pelo horário de verão de Brasília, a Apple realizará uma conferência para discutir esses e outros números referentes ao seu primeiro trimestre fiscal de 2018. Posteriormente, o MacMagazine fará cobertura completa do que rolar por lá.

Atualização 01/02/2018 às 19:50

A reação inicial de Wall Street, provavelmente com foco na queda de 1% nas vendas de iPhones e na previsão de receita para o próximo trimestre, foi ligeiramente negativa: depois de fechar o dia em alta de 0,21%, a $AAPL está neste momento caindo 0,88% nas negociações pós-fechamento dos pregões da NASDAQ.

Atualização II 01/02/2018 às 19:57

Rápida e curiosamente, a tendência de queda se inverteu. A $AAPL está agora subindo mais de 0,6% nas negociações pós-fechamento dos pregões da NASDAQ.

Atualização III 01/02/2018 às 20:05

No começo da conferência financeira, a Apple observou que esse trimestre teve uma duração total de 13 semanas, enquanto o primeiro trimestre fiscal de 2017 durou 14 semanas. Isso faz uma boa diferença.

Atualização IV 01/02/2018 às 20:07

Cook revelou na conferência que, depois do iPhone X, o 8 Plus e o 8 foram os iPhones mais vendidos pela Apple no trimestre.

Atualização V 01/02/2018 às 20:35

E a subida da $AAPL nas negociações pós-fechamento dos pregões da NASDAQ se acelerou, aproximando-se agora de 3%.

Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: