Apple produzirá série original dos roteiristas de “Doentes de Amor”, mas perde disputa com HBO por nova série de J.J. Abrams


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
08/02/2018 às 18:52

Mais um dia, mais um contrato fechado pelos executivos de Cupertino para trazer nomes importantes de Hollywood e prestígio à sua (cada vez maior) seara de conteúdo original.

Hoje, o Deadline informou que a Apple fechou contrato para produzir uma nova série original chamada “Little America” (“Pequena América”), criada pelo casal Kumail Nanjiani (da série “Silicon Valley”) e Emily V. Gordon — atualmente indicados ao Oscar de Melhor Roteiro Original pela bem sucedida comédia “Doentes de Amor”. O roteirista Lee Eisenberg assumirá o cargo de showrunner1 da atração.

Kumail Nanjiani e Emily V. Gordon, da série original da Apple "Little America"

A série é descrita como uma antologia (ou seja, contando histórias diferentes a cada temporada) focada em pintar “um pequeno e coletivo retrato dos imigrantes que chegaram aos Estados Unidos — e, portanto, um retrato do próprio país”. Os capítulos de meia hora serão escritos com base em relatos reais de imigrantes publicados na revista Epic, cujos editores, Joshuah Bearman e Joshua Davis, servirão como produtores executivos da série.

Ainda não há mais detalhes sobre a produção ou datas de lançamento, mas certamente a Apple será a primeira a anunciar as novidades quando elas surgirem.

·   •   ·

Por outro lado, é bom lembrar que nem todas as empreitadas da Maçã dão certo: recentemente, informamos que Cupertino estava disputando com a HBO a aquisição dos direitos para a nova série de J.J. Abrams, o menino de ouro de Hollywood por trás de produções como “Lost” e “Westworld”, além de filmes como “Star Wars: O Despertar da Força”. Nessa batalha, entretanto, a Apple saiu derrotada.

De acordo com o Hollywood Reporter, Abrams escolheu o tradicional canal a cabo para ser o lar da sua próxima série, batizada como “Demimonde” e descrita como um “épico e íntimo drama fantasioso de ficção científica” sobre uma menina que se transporta para outro mundo onde deve lutar contra uma força opressiva e monstruosa.

J. J. Abrams

J. J. Abrams

Aparentemente, não foi só o dinheiro que atraiu o cineasta para a HBO — segundo relatos, Abrams ficou impressionado com o tratamento que o canal deu para “Westworld” e, por isso, preferiu vender para eles os direitos da nova série (a primeira criada e escrita pessoalmente por ele desde “Fringe”, em 2008) em detrimento das ofertas milionárias da Apple.

·   •   ·

Adicionalmente, a Apple pode contabilizar mais uma perda importante para a sua empreitada no ramo das séries. O roteirista e produtor Bryan Fuller, responsável por shows como “Hannibal”, “American Gods” e “Star Trek: Discovery”, deixou a produção do reboot da série “Amazing Stories”, onde serviria como showrunner.

O Hollywood Reporter afirmou que a saída de Fuller foi amigável e motivada por diferenças criativas: de acordo com relatos, o produtor tinha uma visão para a série mais próxima do ambiente sinistro de “Black Mirror”, enquanto a Apple prefere algo mais próximo da atmosfera otimista da série original.

Aliás, este é um paradigma que a Maçã está seguindo com todas as suas produções: aparentemente, não é em Cupertino que veremos histórias particularmente pesadas, violentas ou para maiores. O que pode ser bom… ou um tiro no pé. Vamos ver no que tudo isso vai dar.

via 9to5Mac: 1, 2; Apple World Today

Notas de rodapé

  1. Principal produtor executivo de uma série, responsável por definir seus rumos e supervisionar a produção.
Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: