Empresa desmonta o HomePod e nos mostra como é o alto-falante da Apple por dentro [atualizado: vídeo]


Caneta Para notificar nossos editores de um erro no post, selecione o texto e pressione Ctrl + Enter.
Por
12/02/2018 às 16:14

Quando um produto novo da Apple chega ao mercado, a iFixit corre para colocar as mãos nele a fim de fazer a sua tradicional desmontagem. Afinal, uma empresa de reparos precisa conhecer os novos lançamentos de uma forma bem mais íntima que nós, meros usuários.

Com o HomePod não foi diferente. A empresa já abriu o novo alto-falante inteligente da Maçã.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

A primeira coisa que eles notaram ao fazer um raio-X do produto foi que, logo atrás da tampa traseira, há alguns parafusos Torx. Então eles se concentraram ali para desmontar o alto-falante.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Eis que, de surpresa, surgiu um conector de 14 pinos! Aparentemente ele é usado para testar e/ou programar os alto-falantes durante a montagem — quem sabe possa servir para algo relacionado a manutenção, também.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Eles bem que tentaram, mas mesmo desaparafusando e tentando acessar as entranhas pela parte inferior do HomePod, tudo o que acharam foi plástico e mais plástico. Então, o jeito foi cortar a malha do alto-falante.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Debaixo da malha exterior, por sinal, há um tecido inteiro mais fino e flexível.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Uma curiosidade sobre a malha exterior é que ela consiste em uma camada com pequenas bobinas rígidas no meio. Esse tipo de construção permite que as ondas sonoras percorram o tecido, com pouca ou nenhuma reflexão, enquanto mantém a poeira longe dos componentes internos.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Depois de muita cola e proteções, finalmente eles conseguiram acessar uma placa e um cabo. É lá que estão o driver LED TLC 5971 da Texas Instruments e o SoC1 CY8C4245LQI-483 da Cypress.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Indo mais a fundo, outra placa. Nesta temos o A8 — com aparentemente com 1GB de RAM —, 16GB de memória NAND flash da Toshiba, um possível módulo Wi-Fi/Bluetooth e mais! Curiosamente, o verso da placa tem alguns locais preparados para alguns chips, os quais não estão lá — eles sugerem que talvez o HomePod tenha sofrido algumas mudanças de design de última hora.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Ao abrir o cilindro, temos uma visão do woofer.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

A iFixit afirmou que o ímã neste woofer é bem grande para o tamanho do HomePod. Isso porque o grave depende da habilidade de mover muito ar. Embora isso seja tradicionalmente feito aumentando o diâmetro do cone, a Apple aumentou a viagem da bobina de voz (para 20mm p-p), o que, por sua vez, requer um ímã maior. Dessa forma, o diâmetro do alto-falante permanece pequeno, mas ele ainda pode mover ar suficiente para entregar notas de graves de qualidade.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

A construção do HomePod sugere que a Apple, em algum momento, tentou/pensou em fazer um produto mais “modular” (uma parte circular interna dá a entender que você poderia desenroscar e separar os componentes de controle/woofer dos tweeters/fonte de alimentação. Mas, não: lá dentro há mesmo muito adesivo e cola, deixando claro que o produto não foi feito para ser aberto por usuários.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Indo mais a fundo temos a fonte de alimentação de duas partes, composta por um bloco interno que manipula a conversão entre corrente alternada e corrente direta (AC/DC) e um anel externo que distribui a energia para todos os oito alto-falantes. O hardware da placa é cheio de epóxi, provavelmente para evitar que as vibrações causem algum dano internamente.

Aqui também estão localizados o microcontrolador ARM STM32L051C8T7, da STMicroelectronics. o amplificador de áudio 98-0431, da International Rectifier PowlRaudio, entre outros componentes.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Depois de transpor mais uma barreira de adesivos, mais dois chips ADC Conexant CX20810, da Synaptics (para a matriz do microfone). Provavelmente são microfones de baixa frequência para a calibração do woofer — esse microfone escuta essencialmente a saída do woofer e, através de algum processamento, o ajusta para obter o melhor desempenho possível, mantendo os níveis de graves em sintonia com outras frequências.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

Aqui nós podemos ver os tweeters, os quais recebem energia dos parafusos de ouro. O pequeno chifre dobrado na frente do tweeter é um truque que engenheiros de design de áudio usam para aumentar a eficiência de um alto-falante e controlar a direção do som. É o mesmo conceito usado no gramofone.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

As aberturas nos lados e os quatro orifícios na parte traseira do tweeter impedem que a pressão do ar se acumule atrás da cúpula à medida que ele se move. A redução da pressão evita que a cúpula — e a música — se distorça enquanto o tweeter se movimenta para frente e para trás milhares de vezes por segundo.

Desmontagem do HomePod feita pela iFixit

E aqui está o HomePod e as suas entranhas.

A nota de reparabilidade dada pela iFixit não poderia ser outra: 1/10. De pontos fortes temos a construção do aparelho como um todo (que é bem forte e não deve dar nenhum tipo de dor de cabeça para usuários), a malha de tecido exterior que, apesar da falta de costuras, pode ser removida sem danos, parafusos Torx (um padrão conhecido) e o uso extremamente inteligente de parafusos condutores, o que minimiza a confusão em múltiplas camadas empilhadas de componentes.

De negativo temos os adesivos muito fortes que protegem a tampa da entrada, a disposição do microfone, o pé de borracha e o principal ponto de entrada na parte superior do dispositivo — que parece projetado para ser desenroscado, mas não é. Ou seja, mesmo que pareça haver um jeito não destrutivo de abrir esse bicho, não há (ou ao menos a iFixit não conseguiu).

Atualização 13/02/2018 às 12:23

Aos curiosos, eis agora o vídeo com a desmontagem:

Notas de rodapé

  1. System-on-a-chip, ou sistema-em-um-chip.
Posts relacionados
Comentários

Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: