Clientes do Twitter se unem contra mudança em API que pode matar todos eles


O Twitter está, mais uma vez, implementando mudanças na forma com que a sua colossal plataforma se comunica com clientes de terceiros — e as desenvolvedoras desses clientes não estão nada felizes com isso.

O fato é o seguinte: em breve, o Twitter removerá uma série de recursos da sua API1 de comunicação com clientes de terceiros, efetivamente substituindo a solução por uma completamente nova. O problema é que essa nova ferramenta, chamada de Account Activity API, é considerada bem mais limitada e não está sendo liberada para testes do lado dos desenvolvedores; com isso, duas ferramentas fundamentais sairão de cena sem previsão de volta: o suporte a notificações push e as atualizações automáticas da linha do tempo (timeline) via streaming.

Ou seja, em breve, aplicativos como o Tweetbot e o Twitterrific não poderão enviar notificações em tempo real aos seus usuários, tampouco atualizar as linhas do tempo dos usuários automaticamente (você só poderá fazer isso manualmente ou, no mínimo, automaticamente a cada x minutos).

Clientes de terceiros para o Twitter

Obviamente, por estarmos tratando de dois elementos importantíssimos na experiência de uso do Twitter, as desenvolvedoras por trás de alguns dos clientes mais populares das lojas de aplicativos resolveram criar um site com um manifesto, pedindo que a rede social crie algum tipo de solução para o problema. O site Apps of a Feather (“Aplicativos de Uma Pena”) foi colocado no ar pelas desenvolvedoras dos aplicativos Twitterrific, Tweetbot, Talon (para Android) e Tweetings, e é bem clara: suas mãos estão atadas e só com a ajuda dos usuários uma saída poderá ser encontrada.

Mais especificamente, as desenvolvedoras pedem que o Twitter dê acesso à versão de teste da nova API e divulgue qual será o valor do modelo “Enterprise” da ferramenta, apropriado para os clientes com centenas de milhares de usuários — que podem nem mesmo ter condições financeiras de arcar com o custo, dependendo de qual seja ele. Elas também solicitam que os usuários peçam uma solução para o problema à conta de suporte a desenvolvedores do Twitter e falem sobre a questão na rede com a hashtag #BreakingMyTwitter, já que muitos outros clientes podem não estar cientes do vindouro colapso.

Durante a redação deste nosso artigo, o Twitter se pronunciou sobre o assunto (parece que a campanha já funcionou, hein?), adiando indefinidamente a substituição da atual API pelo novo modelo:

Ano passado, nós anunciamos nosso plano de aposentar o Site Streams e o User Streams, e substituí-los com a Account Activity API (atualmente em beta). Nós estamos adiando a aplicação dessa mudança, anteriormente marcada para 19 de junho.

Como sempre, nós nos comprometemos em oferecer uma janela ampla para a migração. Nós ofereceremos um aviso prévio de no mínimo 90 dias antes da data de aplicação em que a Account Activity API esteja disponível para todos os desenvolvedores. Daremos mais detalhes em breve.

As desenvolvedoras ainda não se pronunciaram sobre o anúncio, mas eu suspeito que o problema ainda não esteja solucionado — afinal, ao que tudo indica, a nova API é de todas as formas mais limitada que as anteriores.

Vamos ver como essa história se desenrola…

via 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: