Desempenho “decepcionante” do HomePod estaria fazendo a Apple considerar um modelo mais barato


Ainda ontem, comentamos aqui uma hipótese — nada boa para a Apple — de que as vendas do HomePod estariam muito fracas e desanimadoras. Em seguida, alguns veículos vieram rebater a informação citando dados da cadeia de fornecimento, o que deixou todo mundo meio na dúvida sobre a verdade sobre o desempenho do alto-falante.

Bom, ainda não temos uma resposta exata para a questão, mas se considerarmos a mais recente nota publicada pelo nosso velho amigo Ming-Chi Kuo, da KGI Securities, parece que o HomePod não está no melhor dos lençóis — e que a Apple vai ter que se mexer para provocar uma reviravolta nesse cenário.

HomePod branco e cinza espacial (by MacMagazine)

O analista estima que a Apple despachará entre 2 e 2,5 milhões de unidades do HomePod ao longo do ano, com cerca de 1 milhão desses exemplares entregues logo no primeiro mês de vendas, por conta da demanda inicial reprimida. Os números são bem inferiores às previsões de todos os analistas que tentaram estimar o desempenho do produto antes do seu lançamento: o consenso geral era de que a Apple venderia entre 7 e 10 milhões de unidades do HomePod ao longo de 2018.

Tal desempenho “muito abaixo das expectativas”, como colocou Kuo, seria motivado por um fator principal: preço. O analista afirmou que, mesmo com uma excelente qualidade de som, o valor de compra do alto-falante estaria afugentando potenciais consumidores, que não veem uma relação de custo/benefício positiva no produto. A Siri, por exemplo, oferece uma experiência de usuário “pouco inspiradora” — bem pior que a de concorrentes como o Google Assistente e a Amazon Alexa — e não funciona como atrativo, completou Kuo.

Por conta da suposta decepção, o analista sugere ainda que a Apple estaria ponderando a possibilidade de produzir uma versão mais barata do HomePod, sem especificar mais detalhes sobre o produto ou as chances reais de ele se materializar. Entretanto, Kuo acrescentou que, mesmo uma versão de “baixo custo” do alto-falante (entre aspas porque todos sabemos que “baixo custo” é uma expressão desconhecida na Apple) ajudaria nas vendas apenas por um curto período de tempo; se a Apple quer mesmo dar tração ao HomePod, precisa investir no melhoramento dos seus recursos, como a Siri e o suporte a mais idiomas.

E aí: é cedo para cravar o sucesso ou fracasso do HomePod ou os sinais já são claros o suficiente?

via iClarified

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: