WWDC18: iOS 12 é apresentado com Siri mais inteligente, relatório de uso de apps, Memoji, FaceTime em grupo e muito mais!

Imagem de destaque


Oferecimento: Logo da Monetizze

A Worldwide Developers Conference (WWDC) 2018 começou como todas as outras: com Tim Cook dando as boas-vindas aos desenvolvedores e compartilhando alguns números interessantes da Apple.

Números da Apple

No evento deste ano, estão presentes — a WWDC18 começou hoje e vai até sexta-feira, 8/6 — 6.000 desenvolvedores de 77 países diferentes, um recorde. Já são agora mais de 20 milhões de desenvolvedores cadastrados em todo o mundo, o que também é um recorde. Isso tudo em 10 anos de App Store, que é o maior mercado de aplicativos no mundo — são 500 milhões de visitantes virtuais por semana!

Por falar em App Store, nesta semana a Apple terá pago US$100 bilhões a desenvolvedores desde a inauguração da loja. E como a Apple quer que mais pessoas tenham oportunidade de programar, criou a linguagem Swift e também o app Swift Playgrounds para iPad. Hoje, a Swift é a linguagem de crescimento mais rápido hoje no mundo, com mais de 350 mil apps já criados com ela disponíveis na loja. Junto desse esforço, a Apple também acha que programar devia ser ensinado em escolas de todo o mundo e, por isso, criou o programa “Todo Mundo Pode Programar”, já disponível para dezenas de milhões de estudantes em todo o mundo.

iOS 12

A grande estrela do dia, sem dúvida, é o iOS 12. E a Apple tratou de apresentar a novidades do novo sistema operacional que será lançado daqui a alguns meses.

Antes, porém, alguns dados do iOS 11: a Apple sempre quer levar novidades para o maior número possível de dispositivos e, por isso, o iOS 11 suporta aparelhos desde 2013, com o iPhone 5s. Metade dos usuários atualizaram pro iOS 11 em apenas 7 semanas; hoje, a base instalada do iOS 11 está em 81%, o que é um contraste com o sistema operacional concorrente (Android), que tem apenas 6% dos usuários rodando a última versão dele. Além da adoção rápida, a satisfação de usuários com o iOS 11 está em 95%.

O grande problema de manter o sistema compatível assim com devices mais antigos é manter uma boa performance em todos eles. Por isso, a Apple está se focando bastante nisso no iOS 12. A ideia é que o sistema fique mais rápido e mais responsivo em *todos* os dispositivos que hoje rodam o iOS 11. E a Maçã está dando um foco especial aos aparelhos mais antigos — pegando um iPhone 6 Plus como exemplo, ele abrirá apps até 40% mais rápido, teclado até 50% mais rápido e tirará fotos até 70% mais rápido.

O sistema também será otimizado quando estiver sobrecarregado — a folha de compartilhamento e apps abrem 2x mais rápido nessas situações de rápido processamento. No iOS 12, a CPU1 não aumenta mais aos poucos, e sim de forma instantânea até o seu pico e depois vai reduzindo de acordo com a necessidade. E isso não se resume aos últimos iPhones, não: todos os iGadgets compatíveis receberão essas melhorias notáveis em performance.

Realidade aumentada

No iOS 12, a Apple quis uma forma fácil de integrar a realidade aumentada pelo sistema e, junto à Pixar, ela criou um novo formato para AR chamado USDZ, otimizado para compartilhamento e gráficos 3D. Objetos podem ser posicionados no mundo real de forma super-rápida e simples — a Adobe, por exemplo, implementará suporte nativo ao formato USDZ na sua Creative Cloud.

O iOS conta com uma ótima precisão em medir dimensões com o AR e, por isso, a Apple criou um novo app chamado Medidas (Measure). É possível medir um objeto de forma bem simples e fácil apenas apontando o iPhone/iPad/iPod touch para o objeto e marcando alguns pontos dele — as dimensões vão aparecendo na tela em AR, em tempo real.

O ARKit já é a maior plataforma de AR no mundo, e hoje a Apple anunciou a versão 2.0 dele. Temos melhor rastreamento de rostos, renderização realística, jogos baseados num objeto 3D real, experiências persistentes e compartilhamento de experiências (duas pessoas poderão jogar num mesmo ambiente de AR com seus dispositivos separados).

Fotos

Mais de 1 trilhão de fotos são tiradas em iPhones todos os anos. Ou seja, é uma área muito importante para usuários. E se é para usuários, é para a Apple. Por isso, a empresa está aprimorando o app Fotos.

App fotos no iOS 12

Agora temos sugestões inteligentes de busca, incluindo momentos importantes, pessoas próximas, lugares onde você tirou fotos legais, etc. É possível buscar por lugares específicos ou gerais, eventos variados, fazer refinamentos com múltiplos termos e por aí vai.

Sugestões no Para Você do Fotos do iOS 12

No iOS 12, há uma nova aba no app chamada “Para Você”. Há fotos em destaque, momentos, sugestões de efeitos para você aplicar em suas fotos, atividades em álbuns compartilhados, etc. Também temos sugestões do que compartilhar com parentes e amigos, como mandar fotos para amigos que estavam num mesmo jantar com você. As imagens são sempre compartilhadas em resolução completa, da biblioteca do iCloud, e ao receber as fotos, seus amigos recebem uma sugestão de enviar de volta para você fotos que eles tiraram no mesmo evento, para todos terem todas em suas bibliotecas.

Sugestão inteligente no Fotos do iOS 12

Siri

A Siri é muito utilizada. Hoje, para termos uma ideia, são 10 bilhões de requisições por mês. A assistente já trabalha com alguns apps de terceiros, mas a Apple abrirá ela mais no iOS 12 com um recurso chamado “Atalhos”. Num app integrado a chaves, por exemplo, você poderá integrar o atalho “Eu perdi minhas chaves” e a Siri saberá que app chamar para resolver o seu problema. Usuários poderão se comunicar também com apps de esportes, relaxamento, pedidos de comida, etc.

A Siri também passará a fazer mais sugestões inteligentes, usando também esses atalhos de apps. Diretamente na tela bloqueada, por exemplo, ela pode sugerir o pedido de um café que você costuma fazer toda manhã. Ou iniciar um exercício, ao chegar à sua academia. Se estiver atrasado para uma reunião, a Siri pode sugerir mandar uma mensagem para a pessoa avisando sobre isso, ou ligar para a sua avó no aniversário dela. Desenvolvedores e usuários poderão criar seus próprios atalhos, e haverá um app específico para isso — usuários poderão, por exemplo, criar um atalho para obter um relatório antes de irem surfar. Tudo isso feito de forma intuitiva, arrastando e soltando na interface.

Atalhos da Siri no iOS 12

Há uma busca integrada ao Atalhos, cheio de sugestões sobre funções e combinações para o usuário criar o que quiser — o céu é o limite. Ao dizer pra Siri que está indo para casa, por exemplo, o app realiza uma série de atividades pré-determinadas pelo usuário, em cadeia. O legal é que o Atalhos funciona em iPhones/iPads, e podem ser chamados pelo HomePod e pelo Apple Watch.

Notícias, Bolsa e Gravador, Apple Books e CarPlay

No app Notícias, há uma nova aba de navegação para usuários conhecerem fontes e tópicos de informações confiáveis; no iPad, há uma nova coluna lateral que facilita navegar pelos conteúdos e alternar entre eles.

App Notícias/News no iOS 12

A Apple também recriou o app Bolsa do zero, com um design atualizado, novos gráficos que mostram a performance de ações durante o dia e integração com o Notícias (com notícias focadas em bolsas financeiras e o mercado econômico como um todo). O gráfico de ações agora também inclui valores pós-fechamento de pregões e o app também está sendo levado, pela primeira vez, ao iPad (usuários podem acompanhar ações de um lado e notícias do outro).

App Bolsa/Stocks no iOS 12

O app Gravador de Voz também foi todo remodelado no iOS 12, com nova interface, suporte ao iPad e sincronização de gravações em todos os seus dispositivos pelo iCloud.

App Gravador de Voz/Voice Memos no iOS 12

O app iBooks também ganhou um novo design e um novo nome (Apple Books), com previews imediatos do que você está lendo, uma loja modernizada, área específica para audiolivros e muito mais.

Apple Books no iOS 12

O CarPlay — finalmente — está ganhando suporte a apps de navegação de terceiros, como Waze e Google Maps, uma notícia mais do que aguardada por muitos brasileiros, já que o Mapas da Apple nem mesmo funciona aqui no Brasil.

Não Perturbe

O Não Perturbe está ligado diretamente ao uso exacerbado de apps. Usuários estão habituados/viciados em apps, às vezes perdendo tempo demais com isso. Há vários novos recursos chegando ao iOS 12 pensando nisso, em usar menos esses devices, como as melhorias do recurso Não Perturbe.

À noite, quando você estiver dormindo, ele não mais mostrará toda a sua lista de notificações — que poderia tirar o seu sono e fazer você pegar o iPhone no meio da madrugada. Há novos modos também para você ligar o Não Perturbe e desligá-lo após um certo período ou quando acabar um compromisso seu. Usuários também terão mais controle sobre notificações, diretamente da tela bloqueada — você pode desligar totalmente os pushes de um app ou tirá-las da tela bloqueada — a própria Siri sugerirá que você desligue notificações de apps que você não tem usado.

Notificações

Sim, finalmente as notificações de um mesmo app são agrupadas no iOS! Na verdade, o sistema agrupa não só por app, mas também por tópicos; ao tocar num grupo, ele expande, e assim você pode descartar um grupo completo deslizando lateralmente.

Tempo na Tela

A Apple também está trazendo um recurso chamado Tempo na Tela, com relatórios semanais de uso de apps. Há gráficos e informações de quanto tempo você está gastando/investindo em certas coisas no seu iPhone/iPad, quantas vezes por dia você pega o telefone por causa de um determinado app, quantas notificações de apps você interage por aí vai.

Tempo na Tela do iOS 12

Por isso, a Apple está trazendo um recurso chamado Limitações em Apps, permitindo que você mesmo defina um limite de tempo de uso do app por dia. Usuários poderão ignorar o limite se quiserem, mas o sistema ajudará você a se controlar no uso de certos apps — isso tudo também é muito útil para crianças, permitindo que os pais controlem ainda mais o uso desses devices.

Os pais recebem um relatório completo de uso dos dispositivos dos seus filhos e podem, a partir daí, definir certos limites para apps específicos. Também é possível impedir que os aparelhos sejam usados durante a noite, limitar o uso de apps por tempo ou, por outro lado, sempre permitir acesso a apps educacionais. Conteúdos específicos e sites também podem ser filtrados pelos pais. E tudo isso é compartilhado com a família e gerenciado remotamente pelos pais.

Mensagens

No iOS 12, os famosos Animojis conseguirão detectar o movimento da língua do usuário — algo criticado na versão atual. Além disso, há novos Animojis como fantasminha, coala, tigre e T-Rex.

Mas a grande novidade, mesmo, fica por conta dos Memojis, uma versão personalizada, sua, de Animoji (copiando um recurso lançado pela Samsung junto do Galaxy S9). Os Memojis podem se parecer bem com você, ou não; você escolhe como será a sua aparência, as personalizações são inúmeras. O processo de criar um Memoji é bem divertido e fácil (você seleciona o tom da pele, rugas no rosto, estilo e cor do cabelo, formato e cores dos olhos, formato da sobrancelha… tudo com muitas opções e com o Memoji já tomando forma na parte superior da tela). Você também pode adicionar óculos (com lentes transparentes ou escuras), ajustar o formato da cabeça e por aí vai.

Memoji no Mensagens do iOS 12

Há também outros recursos divertidos dentro da câmera, no app Mensagens — há uma estrelinha no canto inferior esquerdo, que traz efeitos estilo Snapchat/Instagram/Clips. Você também pode adicionar adesivos sobre a sua câmera, usando AR. E, se você quiser, pode se “transformar” no seu próprio Memoji ali em tempo real, substituindo a sua cabeça real pelo seu Memoji.

Memoji no Mensagens do iOS 12

FaceTime

O FaceTime, como esperado, agora suporta videoconferência em grupo. E eles não economizaram, não: são até 32 pessoas simultaneamente! 😳

Vídeo-chamada em grupo no FaceTime do iOS 12

As chamadas em grupo podem ser somente em voz, ou com vídeo e é possível pular de chats em grupo no Mensagens para uma chamada em grupo no FaceTime, com apenas um toque. As imagens na tela se movimentam em tempo real, não ficam todos divididos de forma normal numa grade. É uma interface dinâmica e divertida — a imagem da pessoa aumenta automaticamente quando a pessoa fala. Quem está na fileira debaixo sobe automaticamente para as áreas maiores quando falam e, se você quiser, pode tocar em quem quiser para deixar a pessoa centralizada e maior na tela.

Os efeitos do app Mensagens, os Animojis e os Memojis também estão ali no FaceTime, todos em tempo real.

Memoji no iOS 12

O FaceTime em grupo funcionará em iPhones, iPads e Macs, e áudios funcionam também pelo Apple Watch.

·   •   ·

O iOS 12 estará disponível para todos os usuários de iPhones, iPads e iPods touch compatíveis na nossa primavera (outono no hemisfério norte); uma versão beta dele estará disponível para desenvolvedores ainda hoje.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes