WWDC18: watchOS 5 traz Siri aprimorada, melhor monitoramento de atividades e (finalmente) um app de Walkie-Talkie

Imagem de destaque


Oferecimento: Logo da Monetizze

Não há dúvidas: a saúde e o bem-estar tornaram-se o grande atrativo do Apple Watch, e a Apple sabe bem disso — basta ver que a empresa começou a apresentação do watchOS 5 com a história de um casal cujo marido caiu numa água gelada; enquanto segurava o marido, a esposa usou o Watch para chamar a emergência e, assim, conseguiu resgatá-lo e salvar sua vida.

Nessa tônica, o novo watchOS 5 traz uma série de novidades que ajudarão os usuários a se tornarem mais ativos e saudáveis. A primeira é um aprimoramento dos monitores de atividades, que agora conseguem capturar seus exercícios e preencher seus anéis de atividade com muito mais precisão — o reloginho agora vai, inclusive, sugerir desafios automaticamente para que os usuários permaneçam motivados, e trará suporte a desafios em grupo em uma competição de sete dias que inclui notificações para que você saiba se está ganhando ou perdendo o desafio.

Além disso, o watchOS 5 sugere o começo e o término da gravação de exercícios automaticamente, o que é ótimo para quem esquece de fazê-lo antes de entrar na academia ou na piscina; novas atividades incluem ioga, trilhas e uma melhorada para corridas externas. Há também alertas de ritmo para corridas, cadência (passos por minuto) e outras informações importantes para atletas.

A nova versão do sistema traz também um novo app de Walkie-Talkie, que conecta o usuário com outros donos de Apple Watches e os conecta por uma interface simples de comunicação por voz. Basta pressionar e segurar a tela para falar; tudo acontece por Wi-Fi ou 3G/4G para quem tem um modelo compatível. É bom lembrar que esse app chega com cinco anos de atraso(!), considerando que ele foi mostrado inicialmente na apresentação do Apple Watch original e nunca chegou a dar as caras até agora.

App de Walkie-Talkie no watchOS 5

O mostrador da Siri também ganha novidades: agora, temos por lá informações de esportes, mapas, batimentos cardíacos e muito mais, tudo de apps de terceiros. A assistente digital, aliás, está aprimorada no reloginho: não mais será necessário falar “E aí, Siri” para ativá-la — basta levantar o braço e falar o que você quer, diretamente. Ela também traz total suporte, claro, aos Atalhos apresentados anteriormente.

Notificações também se tornarão mais interativas no watchOS 5, com mais informações e ações rápidas disponíveis no pulso. Com integração ao WebKit na nova versão do sistema, também será possível pré-visualizar conteúdos básicos de internet — não, isso não significa que o Apple Watch vai ganhar um navegador completo, mas você pode dar uma olhada em links e conteúdos da web rapidamente antes de abri-los no iPhone ou Mac. Pode ser prático!

O watchOS 5 traz ao reloginho, pela primeira vez, um app nativo de Podcasts. Nele, tudo será sincronizado automaticamente, e integrar-se-á com a Siri para que você peça que a assistente toque seu programa favorito.

App Podcasts no watchOS 5

Outros vários recursos “menores” do watchOS 5, como uma Central de Controle personalizada e um suporte a cartões de estudantes (disponível tanto para o reloginho como para iPhones/iPads) foram exibidos rapidamente na tela da keynote, mas sem muitas informações.

Identificação de estudante no watchOS 5

Claro que, por estarmos no mês do Orgulho LGBT+, a Apple também aproveitou a oportunidade para apresentar uma nova pulseira especial para o seu relógio, que ganha também um mostrador especial. 😉

Mostrador e pulseira do Orgulho no watchOS 5

O watchOS 5 estará disponível para todos os usuários na nossa primavera (outono no hemisfério norte); uma versão beta dele estará disponível para desenvolvedores ainda hoje.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: