★ Na era da experiência, objetivo das marcas é estabelecer vínculos duradouros com os clientes


A máxima que diz “atender bem para atender sempre” nunca esteve tão em alta. Basta vasculhar as redes sociais para perceber quantos perfis compartilham experiências positivas de pós-venda.

É o sapato que se descolou antes do tempo e a cliente recebeu um par novinho acompanhado de uma cartinha escrita de próprio punho; é a operadora de cartão de crédito que envia flores junto da segunda via do cartão; é a aposta das marcas nos memes que narram o cotidiano de pessoas comuns e divertem quem está do lado de cá. Exemplos não faltam. No mercado de afiliados, não é diferente. Cada vez mais, empreendedores estudam o público para obter melhores resultados de venda e criar boas experiências e vínculos duradouros.

Fernanda Campos, diretora de relacionamento da Monetizze, explica que as pessoas não querem apenas comprar o produto que seja bom, barato e com a melhor funcionalidade. “Elas buscam a empresa que se importe com elas e proporcione a melhor experiência, desde o primeiro contato até o pós-venda. E é exatamente esta palavra, experiência, que nomeia a nova era de atendimento diferenciado, one to one, que fideliza e é o verdadeiro pulo do gato de sucesso nos mercados”, conta.

Recentemente, um cliente me disse que somos a Apple do mercado de afiliados. Confesso que me senti lisonjeada.

Os mais antenados já perceberam que não é possível negligenciar essa nova realidade. Na última edição do Hangar Monetizze (evento que aconteceu em abril de 2018, em São Paulo) reuniram-se os produtores e afiliados digitais que mais faturaram na plataforma mineira no ano anterior. Fernanda conta que os palestrantes, cada um com sua expertise, apresentaram as suas ideias, debateram o futuro do mercado e compartilharam muitos cases de sucesso. “Diferenças à parte, uma máxima prevaleceu entre eles: nunca foi tão necessário entender de pessoas, bem mais do que de técnicas e ferramentas.”

Hangar Monetizze

Um case bastante interessante é o da Lift Gold, produto cofundado por Gabriel dos Santos Breier. O jovem revelou as estratégias que ele utilizou para alcançar 10 milhões de reais em venda no período de seis meses. Uma delas foi mandar o produto para famosas, influenciadoras digitais, blogueiras, entre outras personalidades. “Ao perceberem a eficácia da fórmula, elas logo começaram a postar nas redes sociais, indicar para amigas, gerando muitos comentários positivos. Usuário da plataforma Monetizze, Gabriel continua faturando muito”, descreve Fernanda.

Para ela, quem está do outro lado da tela precisa ser compreendido além dos textos, das fotos, dos GIFs e dos vídeos que publica. “Estamos falando de conceber uma jornada que marca, que cria memória, engajamento e brand lovers (apaixonados pela marca).”

Apesar de a Monetizze ser intermediadora na relação de compra e venda entre produtores, afiliados e consumidores finais, e ter a alta tecnologia como um de seus mais fortes diferenciais, Fernanda acredita que a essência que tem levado a empresa ao topo está no relacionamento estratégico, que trata cada pessoa de maneira personalizada. Afinal, lidamos com três públicos. Não é porque não somos responsáveis pela comercialização de nenhum produto ou serviço que deixamos de lado os consumidores finais, muito pelo contrário. Nós trabalhamos para estar ao lado dele durante e após a compra.

“Esse olhar atento para os seres humanos que acreditam na gente foi essencial para cumprir a meta de ser a melhor plataforma do mercado de afiliados. Isso envolve ouvir as três pontas de nossos clientes, gerar soluções rápidas e assertivas, criar novidades baseadas na escuta e percepção do mercado, envolver todos os nossos públicos de forma que a nossa marca seja cada dia mais apreciada e desejada.”

Fernanda se lembra da fala de um cliente que explicita bem o que é a era da experiência. “Recentemente, um cliente me disse que somos a Apple do mercado de afiliados. Confesso que me senti lisonjeada. É sinal de que estamos no caminho certo. Tecnologia pode ser replicável pela concorrência, mas esta humanização, personalização, esse despertar de sentimentos, é o que fideliza o cliente.”

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes