O que muda do Apple Watch Series 3 para o Series 4?


Claro que opiniões variam bastante, mas há um certo consenso, nos comentários iniciais sobre os lançamentos de hoje, que o Apple Watch Series 4 agradou bem mais em termos de novidades que os iPhones Xr, Xs e Xs Max.

Não é por menos: sem dúvida nenhuma, o salto do Series 3 para o 4 foi o maior já realizado pela Apple no seu relógio, desde a primeira geração. Nos parágrafos a seguir, você saberá tudo o que mudou entre eles.

Apple Watch Series 4 de aço inoxidável dourado

Se você olhar de relance, achará que o design do Apple Watch não mudou. A base é realmente a mesma, porém:

Obviamente, nem tudo é estética. Com o aumento das caixas, tivemos também um aumento considerável nos tamanhos das telas em si, que agora chegam próximas às bordas do relógio. Passamos de 563mm² para 759mm² no modelo menor, e de 740mm² para 977mm² no maior. Observem um detalhe: a do Series 4 de 40mm é maior do que a do Series 3 de 42mm.

Comparativo de caixas dos Apple Watches

Graças a essas telas maiores (35% a mais na versão menor, 32% a mais na maior), a Apple conseguiu criar novos mostradores exclusivos para o Watch Series 4, bem como adicionar mais complicações a fim de aproveitar o espaço extra. Há, também, novas animações e efeitos na interface que exploram o fato de a tela ir agora próximo das bordas da caixa.

Internamente, passamos de um chip S3 dual-core para um S4 dual-core que agora é de 64 bits — segundo a Apple, até 2x mais rápido — e ganhamos também um novo chip wireless W3, bem como Bluetooth 5.0. Ele também vem com acelerômetro e giroscópio aprimorados que, juntos, agora permitem ao relógio detectar quando uma pessoa cai (tropeça, escorrega, desmaia…) e pode chamar o número de emergência automaticamente. Além disso, todos os modelos têm agora 16GB de capacidade interna (antes, os modelos com GPS tinham apenas 8GB).

Os novos sensores traseiros melhoraram e possibilitaram novos monitoramentos cardíacos, em especial um eletrocardiograma (ECG). Essa novidade, contudo, não estará disponível de imediato e só chegará inicialmente aos Estados Unidos, visto que depende de aprovações regulamentares de órgãos de saúde — e, por ora, a Apple só recebeu aval da Food and Drug Administration (FDA) americana. No Brasil, o Apple Watch Series 4 terá que futuramente ser avaliado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

ECG no Apple Watch Series 4

E aí, quem aí ficou animado pelo Apple Watch Series 4?

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: