Apple investe US$600 milhões em tecnologias de gerenciamento de força para iPhones


A Apple continua em sua jornada de comprar empresas ou investir pesado em tecnologias para se diferenciar da concorrência. É uma forma muito boa de gastar os quase US$300 bilhões que tem no banco, afinal.

A bola da vez é a Dialog Semiconductor, fabricante especializada em chips de gerenciamento de energia. A Apple não chegou a fazer uma aquisição completa da empresa alemã, mas comprou parte dela por US$300 milhões e usará outros US$300 milhões em investimentos futuros na sua tecnologia durante os próximos três anos.

Como parte do acordo, a Apple obterá algumas patentes/propriedades da Dialog e cerca de 300(!) dos seus empregados de P&D (pesquisa e desenvolvimento), que representam hoje 16% da sua força de trabalho. Isso tem tudo a ver com os planos da Apple de projetar seus próprios chips de energia.

Embora o primeiro produto que pensemos quando falamos de rumores assim seja o iPhone (afinal, ele é o atual carro-chefe da Apple), essa tecnologia pode ser empregada em quase todas as linhas da Maçã. Um melhor gerenciamento energético é sempre muito bem-vindo.

“A Dialog tem uma expertise profunda em desenvolvimento de chips, e estamos contentes em ter esse talentoso grupo de engenheiros que há muito tempo suportam nossos produtos agora trabalhando diretamente para a Apple”, afirmou Johny Srouji, vice-presidente sênior de tecnologias de hardware da Apple. “Nosso relacionamento com a Dialog vem desde a época dos primeiros iPhones, e estamos empolgados em continuar essa duradoura parceria com eles.”

Poucas horas após o TechCrunch dar o furo sobre o acordo, as ações da Dialog dispararam 34% na bolsa de valores.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: