O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mapas no Flickr

Não satisfeitos com a já enorme gama de recursos que oferecem, o time de programadores do Yahoo! responsável pelo portal de fotos Flickr anunciou hoje a integração de mapas ao sistema — agora é muito fácil fazer GeoTagging nas fotos enviadas.

Publicidade

Com o uso do Organizr, basta navegar pelo mapa (dando zoom, arrastando, movendo com as setas direcionais ou usando o sistema de busca por palavras-chave e endereços) e, com a localidade centralizada, arrastar a foto ou as fotos que desejar para o ponto que quiser. E você ainda pode escolher se prefere que todos saibam aonde suas fotos foram tiradas ou apenas amigos e/ou familiares, por exemplo.

Salvador no Flickr Maps

Salvador ainda é pouco coberta pelo banco de imagens de satélite do sistema. Pelo que eu consigo me lembrar, o Google Earth já tem maior abrangência das áreas de cá — desde o seu último grande update, onde ele ganhou cobertura de diversas novas localidades do mundo.

Não consigo dar mais zoom que isso em Salvador no Flickr Maps e, desta maneira, fica difícil saber a localidade exata das minhas fotos. Posso, porém, jogar numa área próxima qualquer ou até mesmo procurar a latitude e longitude de onde quiser usando um outro sistema geográfico e entrar com esses dados no sistema deles.

Sydney no Flickr Maps

Em cidades como Sydney, na Austrália, a coisa muda — bastante. Consegui dar zoom máximo, é impressionante. Sortudo eu, que já estive aí; difícil acreditar. Pude posicionar minhas fotos tão precisamente que arriscaria dizer que, se errei, foi por algo em torno de um raio de 10 metros, não mais do que isso. Aí a brincadeira começa a ficar boa, bem boa.

Detalhes de Foto no FlickrNotem que, é claro, todo o Flickr foi atualizado para acomodar a chegada da novidade. Em cada uma de suas fotos que tiverem informações geográficas o box Additional Information passará agora a dizer também, por exemplo, aonde aquela foto foi tirada, baseado no que você informou usando o recurso do Maps. Clicando link “map”, ao lado, você tem uma rápida visão de onde aquela foto foi tirada e pode ver mais fotos do usuário em questão ou procurar mais fotos que tenham sido tiradas naquelas redondezas.

A partir daí vocês podem imaginar o potencial do serviço. Eu já perdi fácil uma boa horinha de trabalho só navegando pelos mapas, tentando achar localidades específicas de fotos que tirei e vendo fotos do pessoal que esteve por lá também. A depender da cobertura do local que você estiver navegando, como falei, é possível até mesmo fazer buscas por endereços. Um útil botão “Link to this” facilita o compartilhamento de localidades e mapas interessantes entre usuários do serviço. Assim que eu for descobrindo mais detalhes, vou postando aqui.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Um novo Mac mini?

Próximo Artigo

Apple é 2.7 em consciência ambiental, segundo Greenpeace

Posts Relacionados