O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iTunes 7.0 não incorpora capas de álbuns direto nos arquivos

O Otavio Cordeiro, da lista da MAC+, deu a dica de artigo publicado no macosxhints.com que fala sobre a forma que o iTunes 7.0 armazena as capinhas de álbuns baixados na iTunes Store.

Publicidade

Ao contrário do que eu imaginava, elas não são guardadas da mesma forma de quando são copiadas e coladas nas janelas de edição de arquivos — nestes casos, as imagens são incorporadas nos próprios arquivos, individualmente. Portanto, se um álbum de 10 faixas totaliza 30MB (média de 3MB para cada uma), adicionando capas para cada uma das faixas do álbum de, hipoteticamente, 100KB cada, aumenta o total de espaço ocupado em disco para 31MB: 100KB x 10 faixas = 1MB.

CoverFlow do iTunes 7.0

No caso das capas baixadas pela loja da Apple, porém, arquivos na extensão .ITC são baixados e guardados na pasta ~/Music/iTunes/Album Artwork/ — é o mesmo sistema de caching que o novo recurso CoverFlow, adquirido pela Apple, utilizava antes de ser incorporado oficialmente ao programa. Elas não aumentam, individualmente, o tamanho dos arquivos, apenas são associados via iTunes. O problema disso é que se você copiar uma faixa qualquer (enviar para um amigo, por exemplo), a capinha não vai junto.

Para contornar o “problema” — para uns pode ser positivo, para outros, como eu, não –, basta usar o opção de download de álbuns e então entrar na janela de informações de uma das faixas do álbum. Na aba Artwork, selecionar e copiar a capa. Depois, ir de volta à lista das músicas, selecionar todas elas e editá-las, todas de uma vez. Depois é só colar a capa no campo Artwork e a configuração de armazenamento passará a ser a de incorporar as imagens dentro dos arquivos.

Outra dica é abrir os arquivos .ITC criados pelo iTunes usando o GraphicConverter, editor gráfico que abre e converte para uma quantidade imensa de formatos diferenciados, entre eles este utilizado pelo programa. Se quiser algo mais automatizado, pode experimentar este script do Doug’s AppleScripts ou o AlbumArtXtractor, software criado especialmente para facilitar a tarefa.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Mac Pro chegará ao Brasil um pouco mais caro do que esperávamos

Próximo Artigo

O ICQ ainda vive! [atualizada]

Posts Relacionados