O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Noah Wyle como Steve Jobs… numa Macworld

Isso foi simplesmente demais. Pouco tempo depois do estouro de “Pirates of Silicon Valley” (no Brasil “traduzido” para “Piratas da Informática”), Steve Jobs em pessoa convidou Noah Wyle, que representou-o na produção, para abrir uma Macworld. É o tipo da coisa que só a Apple, er…, Steve Jobs, seria capaz de fazer.

Publicidade

Para quem não conhece o filme, uma breve descrição que tirei do Cineinsite:

Quando a revolução começou, ninguém poderia imaginar que ela começaria em dois lugares tão diferentes. De um lado estava Steve Jobs, que de sua garagem criou a Apple e um dos computadores pessoais mais usados na atualidade. Do outro lado estava aquele que hoje é um dos nomes mais conhecidos no mundo todo: Bill Gates, o criador da Microsoft.

Esses dois jovens, inteligentes, idealistas e, de certa forma, visionários, mudaram totalmente a forma convencional com que até então se enxergava a informática. Eles criaram sistemas extremamente simples e abrangentes para se trabalhar, viver e se comunicar. Porém essa não foi uma revolução fácil e muito menos honesta.

O elenco é formado também por Anthony Michael Hall, no papel de Bill Gates, Joey Slotnick como Steve Wozniak, John Di Maggio interpreta Steve Ballmer e Josh Hopkins está no papel de Paul Allen. É uma superprodução que mostra da melhor forma possível a história dessas duas gigantes e da informática como um todo. Sem a Apple e sem a Microsoft não usaríamos computadores nem um pouco parecidos com o que usamos hoje.

Eu não canso de assistir o filme.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Do your best for a better world

Próximo Artigo

Macworld San Francisco 2000: Steve Jobs torna-se iCEO da Apple [a]

Posts Relacionados