O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Tangerine: comece a usar o campo BPM no iTunes

Ícone do TangerineHá tempos devia ao nosso leitor Joel Orbitt mais um post sobre uma de suas dúvidas sobre o iTunes (pois é, muitos pensam ser um software simples e básico, mas a maioria das pessoas não usam nem metade dos seus maravilhosos recursos), mas o lançamento de um novo produto da Potion Factory me deu o ponta-pé final para que ele finalmente saísse.

Publicidade

Trata-se do Tangerine, novo software que funciona integrado ao player da Apple e permite que usuários analisem toda a sua biblioteca de músicas de forma a preencher, dinâmicamente, o campo BPM da janela Get Info das faixas, ignorado por muitos de nós.

A idéia inicial deste campo de informação sobre as músicas, claro, é de armazenar ainda mais detalhes sobre a faixa em questão. Porém, assim como outros detalhes podem não só ajudar na organização e procura por canções específicas, o campo BPM pode ser bastante útil na criação de listas de reprodução inteligentes, as Smart Playlists.

Publicidade

Mas muitos de vocês ainda devem estar se perguntando o que é diabos é BPM: curto e grosso, significa Beats Per Minute, ou Batidas Por Minuto. A informação permite que, através de dados concretos, você ou um sistema computadorizado possam facilmente separar e identificar músicas mais rápidas das mais lentas.

O interessante disso é que, ao criar playlists com séries de músicas que toquem contínua e seguidamente, é importante e mais legal que a transição de uma para outra seja suave no quesito BPM. Numa boate, por exemplo, um DJ nunca tocaria uma música a 180BPM que viesse logo antes de uma a 120BPM, a menos que a intenção dele fosse justamente fazer esta quebra de ritmo na pista de dança. Com a chegada dos kits Nike + iPod, softwares como este vêm a calhar: você pode fácil e rapidamente criar playlists variadas de músicas para momentos mais calmos ou mais agitados de sua malhação, por exemplo.

Tangerine

Ao lançar o Tangerine pela primeira vez, ele irá analisar toda a sua biblioteca de músicas. O processo é relativamente rápido (aqui contei uma média de 3 faixas por segundo), mas a depender da quantidade de canções que você tenha, o recomendável é que você deixe para realizar o processo durante a noite, enquanto estiver dormindo.

À primeira vista a interface do programa é muito legal e ele está recheado de recursos, para uma primeira versão beta. Realizarei mais testes nos próximos dias, e queria ouvir de quem também está usando-o, o que acharam da iniciativa. É bom notar que, apesar de gratuito nesta fase de testes, o software não será freeware quando for lançado oficialmente. O preço final, aparentemente, ainda não foi definido.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Steve Jobs em 1981

Próximo Artigo

Enquanto isso, no salão do automóvel...

Posts Relacionados