O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

ReviewMe paga para blogs analisarem produtos e serviços

…e nós estamos neste barco, apostando na idéia, graças à dica do Cardoso. O ReviewMe é um site dedicado à anunciantes e bloggers com uma proposta bem inovadora — já descobri que não são pioneiros, mas para mim, pelo menos, eles são, uma vez que não conheci nenhum outro.

Publicidade

A idéia é simples: anunciantes pagam ao serviço, que é um intermediador entre estes e bloggers do mundo todo que são então contactados, individualmente, para analisarem produtos ou serviços, sejam estes quais forem. O valor do pagamento é proporcional à popularidade do blog em questão; o sistema deles faz esta checagem automática e rapidamente — não sei exatamente quais os critérios utilizados, mas certamente usam bases de estatísticas públicas, como as do Alexa, Technorati e FeedBurner. São bons pontos de partida.

Se vocês acham que estou fazendo este post simplesmente para divulgar o serviço, estão enganados. Eles estão com uma promoção de abertura que dará um total de 25 mil dólares para quem fizer uma análise do próprio ReviewMe, como forma de alavancar sua base de usuários e gerar mídia para a novidade. Nós, de acordo com os cálculos que fizeram em cima do BLOG.MACMAGAZINE, estamos contabilizando US$20 por este artigo. Espero que a coisa seja séria; caso não for, serei um dos primeiros a vir divulgar o golpe para vocês.

Duas coisas certamente vocês estão se perguntando: 1) Como é que esse cara tá falando de possibilidade de golpe se os caras estão pagando para ele falar do serviço? 2) Se o site dos caras é todo em inglês, como que eles poderiam aceitar um usuário como o Rafael, do BLOG.MACMAGAZINE, que escreve em português? Ótimos questionamentos.

Publicidade

Para a primeira pergunta, a resposta serve para justificar a minha entrada no serviço e para mostrar qual o seu provável maior diferencial em relação aos possíveis outros serviços concorrentes que já existem. Eles não pagam bloggers para falarem BEM do anunciante, e sim para fazer uma análise natural, pessoal ou não, e IMPARCIAL sobre o produto ou serviço. Ou seja, você está sendo pago mas pode falar mal do produto. Não quero dizer que você só tenha que falar mal, mas deve fazer suas análises e resenhas de forma verdadeira, expondo as características gerais sobre o que está abordando, e aí sim entrando em seus pontos positivos e negativos, proporcionando a maior quantidade de informações possível para seus visitantes. Além disso, tudo o que postar sob solicitação do ReviewMe deve deixar isso bem explícito — vejam o rodapé deste post.

Sobre o idioma, eles são curtos e grossos: escreva na sua língua nativa, no idioma que você domina. Se um anunciante escolheu o seu blog como uma de sua fonte de matérias, é porque ele já o conhece e sabe qual o seu público-alvo. Além disso, análises feitas na língua-pátria certamente terão uma preocupação com o conteúdo muito maior do que você ficar tendo que dar atenção aos erros de tradução ou evitar escrever alguma coisa porque não sabe como se expressar em inglês, por exemplo. A liberdade, neste aspecto, é total.

Publicidade

Assim como o Cardoso e outros, farei uma tentativa com o ReviewMe para ver qual é a da coisa. Não sei se a pouca popularidade do nosso BLOG gerará algum retorno do serviço por agora, mas espero que sim. Ou, quem sabe, daqui a uns meses, quando estivermos com um público maior (e eles também), os pedidos não começam a aparecer? Enquanto isso, vou me contentando com estes US$20 que não são nada descartáveis.

Resenha patrocinada pelo ReviewMe.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Por dentro (literalmente) do Playstation 3

Próximo Artigo

O Wii está chegando!

Posts Relacionados