O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Primeiras impressões do iPhone e Keynote no ar

Keynote, finalmente no ar: Macworld 2007 Keynote.

Publicidade

O foco do blog não é bem dar essas notícias. O iPhone nesse momento deve estar sendo noticiado em milhares de sites na web.

Portanto, não vou comentar sobre as especificações e nem sobre o que ele fará à indústria e a concorrência. Isso todos já imaginam. Eu vou falar sobre a primeira impressão que tive ao entrar no site da Apple e dar de cara com o iPhone, esse luxo para poucos.

O sistema dele é tão incrível, tão funcional, tão perfeito que por enquanto não tive grandes reações. Ele inclusive se sobrepõe totalmente ao próprio design do iPhone, que não achei lá essas coisas. Ele cumpre a sua função e dá muito destaque ao que realmente interessa, sem as firulas de tantos celulares por aí. Isso a Apple acertou em cheio, mas eu continuo com a mesma impressão de quando vi o Power Mac G5: eu sei que é PERFEITO em seu sistema, mas a aparência ainda me é um pouco estranha. Opinião pessoal, por favor, não me xinguem 😀 .

Publicidade

A resolução de tela dele é excelente para leitura, com 160ppi. Os caras fizeram um trabalho excelente ao adaptar o Mac OS X, sim, além de funcional ficou muito bonito. Vemos que tudo que o iPhone oferece ao usuário vai muito além do que encontramos nos pobres celulares mortais, como o Motorola Razr V3 — que é lindo, mas o sistema é um horror, coisa que descobri por experiência própria — e vários smartphones no mercado atualmente.

Quanto ao resto, não há muito o que dizer. Pelo que vemos no site, é sensacional. Não vou ficar me alongando em milhares de elogios, é perfeito. Matou a pau.

Publicidade

E fora o pessoal da Apple, creio que nenhum mero mortal mexeu em um iPhone. Então ficarmos opinando aqui é um pouco precipitado, já que não vimos os problemas que ele pode apresentar. Sem querer jogar um balde de água fria, só vimos o que a Apple quis mostrar. Me pergunto se ele pode apresentar problemas futuramente, embora eu tenha certeza de que foi testado a exaustão pela Apple e passou pelo crivo do Jobs. Mas nunca se sabe…

Agora a realidade: concordo com o que o Rodrigo Ghedin comentou em seu blog. Custa US$499 no mínimo e só chega ao mercado no meio do ano. Lá fora já é um preço salgado, embora seja o iPhone. O frustrante é que a gente vai olhar, olhar, babar, e dificilmente vai poder comprar e usar ele aqui em terras tupiniquins. Ora, imaginem o preço desse telefone com todos os famosos impostos. E mais, quando será que ele poderá ser usado aqui?

Eu não vou nem sonhar com ele porque não tenho como comprar e manter um telefone desses.

Publicidade

Vi mais um probleminha nisso tudo: e se eu quisesse apenas um iPod com tela maior e maior espaço interno? Aposto que o Jobs vai nos mostrar uma solução em breve, pois embora o iPhone seja o uó do uó, muita gente vai querer apenas um iPod com uma tela maior e mais espaço interno. Para mim, 4GB ou 8GB não são suficientes. Sei que um modelo widescreen implicaria em um sensor touch-screen, por isso não sei se valeria a pena para a Apple lançar um produto desses, visto que o preço chegaria perto ao do iPhone provavelmente. Mas vai ficar faltando.

Também faltaram os lançamentos em softwares, esses sim, ao nosso alcance ;). Mas tudo bem, 2007 está apenas começando…

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Eppur si muove [atualizada]

Próximo Artigo

Já tem review do iPhone

Posts Relacionados