O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Parallels Desktop 3.0 está chegando com mais de 50 novos recursos

A Parallels, Inc. anunciou ontem o lançamento do Parallels Desktop 3.0, que estará disponível dentro de algumas semanas — e que, claro, será demonstrado na Worldwide Developers Conference 2007. O major upgrade trará mais de 50 novos recursos, segundo a empresa. Eles não agüentaram e três dos mais bacanudos já foram divulgados:

Publicidade

SmartSelect: esse permitirá que qualquer aplicativo, seja no ambiente OS X ou no Windows, seja designado para abrir determinado tipo de arquivo. Isso significa que, se você quiser, quando for abrir arquivos .doc eles sempre rodem no Microsoft Word dentro do Windows, tanto quanto qualquer link de email que você clicar no Windows pode ser direcionado para o Mail.app, no Mac OS X. Além das definições padrão, claro, o menu “Open With” dos sistemas sempre oferecerão, com o novo recurso, opções de aplicativos em ambos os OS.

Parallels Desktop 3.0

Gráficos 3D: esse talvez seja um dos recursos mais requisitados pelos usuários do Parallels Desktop. A partir desta nova versão, jogos e aplicativos que dependem das tecnologias OpenGL e DirectX e que só rodam no Windows poderão ser executados em máquinas virtuais do Parallels nativamente, sem sequer desligar o OS X. O suporte ao Aero do Windows Vista também foi prometido para “breve”!

Publicidade

Snapshots: para quem tem espaço em disco sobrando (que não é o meu caso), esse é muito legal. Usuários poderão tirar “fotos” do estado do sistema em intervalos especificados, e retroceder para esses estados quando necessário. É ótimo para quem gosta de testar programinhas pra lá e pra cá que acabam destruindo com a estrutura do Windows. Salve o estado atual, sem problemas, mande bala em vários testes, e depois basta retroceder para a estrutura clean de antes, sem quaisquer problemas.

A nova versão será vendida pelos mesmos US$80 da 2.5, sendo que atuais usuários poderão fazer o upgrade por US$50. Para facilitar e incentivar a migração para a nova versão, a empresa anunciou também uma promoção que permitirá upgrades por US$40 (metade do preço total do produto) somente até a data do seu lançamento — que ainda não foi estipulada mas, como disse no início do post, deve ocorrer em cerca de duas semanas, vez que o produto já está em fase de testes intensiva para o lançamento de sua versão final.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Está confirmado: FeedBurner é a mais nova empresa abocanhada pelo Google

Próximo Artigo

Palestras do Google Developer Day SP estão no YouTube

Posts Relacionados