O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Hackeando o Microsoft Zune

Como o prometido, eis-me aqui novamente a falar do tocador digital de músicas e vídeos gestado pela Gigante de Redmond.

Publicidade

Nem bem foi lançada a nova geração do Microsoft Zune, já se encontram disponíveis na Internet vários softwares que acrescentam ou modificam as funcionalidades já existentes no gadget. Sem mais delongas, vamos à elas:

  • Hack #1: Chamado de Multi-Extension Support mod, tem como principal característica fazer com que o programa nativo do Zune suporte um número maior de extensões de arquivos de áudio e vídeo do que o originalmente previsto. Áudio: arquivos com as extensões .ACC, .AIF, .AIFC, .AIFF, .AU, .CDA, .MID, .MIDI, .RMI, .SND e .WAV passam a ser automaticamente anexados à biblioteca do Zune e, posteriormente, sincronizados com o aparelho. Vídeo: arquivos com as extensões .ASF, .AVI, .DVR-MS, .M1V, .M2V, .MOD, .MP2, .MP2V, .MPA, .MPE, .MPEG, .MPG, .MPV2, e .WM passam a ser automaticamente anexados à biblioteca do Zune e, posteriormente, sincronizados com o aparelho. Além disso, este programa converte, automaticamente, arquivos para o formato utilizado no Zune.
  • Hack #2: Use the Zune 2 as a flash drive. O nome já diz tudo! Este hack permite que você utilize o seu Zune como se fosse um pendrive ou disco rígido externo comuns. Sem dúvida, um software de muita utilidade.
  • Hack #3: Este hack converte arquivos em formato DVD; iTunes; YouTube; video e áudio para o formato padrão do Zune 1.0 ou 2.0.
  • Hack #4: o Zune Flow oferece alguns wallpapers para o Zune, bem como a possibilidade do usuário criar o seu papel de parede personalizado.

Divirtam-se! 😀

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Phil Schiller fica sem jeito após pergunta sobre a Apple e seu monopólio com o iTunes

Próximo Artigo

Extra pode se tornar novo ponto de venda de produtos Apple no Brasil

Posts Relacionados