Celular 4G testado pela Nokia alcança 173Mbps

O Brasil nem deu seu efetivo passo rumo à terceira geração de celulares, o 3G, e a Nokia dá um chute na bola rumo ao gol da quarta geração [4G]. Com isso, a empresa finlandesa acaba de bater um novo recorde de download em uma rede de longo alcance.

Publicidade

Nokia 4GA Nokia revelou hoje que completou um teste do 4G usando um padrão de conexão que permitiu à companhia conseguir taxas de download de até 173Mbps, o que daria um valor real de download de mais ou menos 21Mbps! Pra terem uma idéia do potencial de uma conexão como esta, o padrão de TV Digital adotado pelo Brasil usa, com o H.264, uma taxa de transferência de 17Mbps para a alta definição. Isso significa que o usuário teria acesso a vídeos em alta definição e ainda teria livres 4Mbps reais de conexão.

A tecnologia adotada pela Nokia no teste previa, inicialmente, downloads de até 100Mbps. Porém, foi usada uma tecnologia de antena chamada multiple-in/multiple-out (MIMO) — a mesma usada nas conexões Wi-Fi 802.11n já presente em alguns Macs — e, com isso, foi possível juntar partes do sinal de diferentes antenas, aumentando pra quase o dobro, a capacidade original da tecnologia.

Publicidade

A previsão é de que a tecnologia seja utilizada por companhias européias e americanas a partir de 2009.

Eu só não sei se, com essa nova tecnologia, o padrão de frequências utilizada pelas “futuramente ultrapassadas” tecnologias, como o 3G, será modificado. Caso isso realmente ocorra, será uma certeza de que não veremos essa evolução em terras brasileiras tão cedo. Essa semana a Anatel realizou os leilões de frequência para uso da terceira geração dos celulares, com contratos de 15 anos que prevêem a completa instalação e adaptação do 3G em até 8 anos. O atual investimento das operadoras abrange equipamentos que oferecem, em média, 1.5Mbps ao usuário, e como eles têm metas estabelecidas pelo governo pra levarem o sinal do serviço a cidades de menor porte, acho que uma atualização técnica é algo impensável pelos próximos 6 anos.

É estranho, mas faz parecer que nós, brasileiros, sempre pegamos o último bonde do comboio…

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…