O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Campanha MacMagazine a favor do update para iPods touch também no Brasil

Alguns leitores reclamaram tanto do meu ponto de vista quanto à Apple cobrar pelo update para iPods touch mas, pior do que isto, é brasileiros nem sequer pagando poderem fazer a atualização. Petições como esta, solicitando que a Apple libere o software gratuitamente, me desculpem, raramente dão resultado.

Publicidade

Para os que não sabem, a nova versão do software para iPods touch custa US$20, mas só está disponível nos 22 países onde a iTunes Store já foi instalada. Nos 171 restantes, só quem comprar o aparelho a partir de agora terá direito aos novos programinhas:

Novos aplicativos do iPod touch

Novos aplicativos do iPod touch: clique para ampliar

Querem uma coisa que dá resultado? Pois bombardeiem a Apple — via sua página de feedback sobre o iPod touch — de pedidos para que liberem a atualização por aqui também. Não digo bombardearem negativamente, do tipo uma pessoa ficar mandando vários emails — isso não vai levar a nada. Mas se o feedback quanto à isso vier em peso para eles, de vários usuários ao mesmo tempo, a coisa pode, sim, dar resultado. Acreditem.

O ideal é que o email seja enviado em inglês. Para facilitar, criei um modelo para vocês:

Dear Apple,

Even though I’m quite disappointed that you decided to charge iPod touch users a US$20 fee for the software update announced by Steve Jobs during his Macworld Expo’s keynote, I’m willing to pay the money for the new applications… but I can’t! Apple won’t let Brazilian users update their softwares.

As far as I’m concerned, only people from the 22 countries which already have iTunes Stores established are able to upgrade.

Please do something if you can’t release this update for free. Let us upgrade our iPods touch as well!

Thank you,
-Seu Nome.

Se todos trabalharmos juntos, como falei, a coisa pode dar resultado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Safari-Stretch, sites em tela cheia com apenas um clique

Próximo Artigo

Apple Brasil avança em algumas áreas, em outras mostra que ainda é Apple Brasil

Posts Relacionados