Alô? Bom dia! Estamos ligando para você, aqui da base lunar…

Em uma prévia da tecnologia americana para invadir uma das luas de Saturno em busca dos hidrocarbonetos líquidos (hehehe, mentira), a NASA e o Centro Espacial Britânico anunciaram que, se o famoso projeto de invadir instalar uma base no pólo-sul lunar for a cabo a partir de 2020, será implantado um serviço de telefonia móvel na nossa coleguinha.

Publicidade
Lua

…vem cá, eu desconfigurei alguma coisa ou tá sem sinal mesmo?

A princípio, especialistas do Centro Espacial Britânico ficariam com a incumbência de construir os satélites e a NASA os módulos para comunicação. As ligações passarão por satélites orbitando a Lua (dá-lhe futura lixarada espacial) que por sua vez passarão pelos que estão ao nosso redor até atingirem seu destino terráqueo. O sistema é necessário para facilitar a troca de informações sobre a estrutura lunar entre os residentes e a base na Terra, através da parafernália utilizada para obter essas informações. Será comparável ao que havia por aqui nos anos 80 e 90.

Inicialmente, seriam um ou dois satélites, que ganharão companhia se não derem conta da demanda. O fluxo de dados atingiria velocidades de 2Kbps para uplink e 3Kbps para downlink, por enquanto. Imagino que até lá isso vai melhorar um bocado. A missão MoonLite, a ser lançada após 2012, testará um protótipo do projeto — logo ali em cima, pertinho da gente mesmo.

Isso: daqui a uns 12 anos teremos iPhones desbloqueados na Lua. 😀

[Via: Silicon.com.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…