O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Como criar mais de uma biblioteca no iPhoto

iPhotoA dica é muito simples. Mas vamos ao porquê desta dica, antes de mais nada. Estou trabalhando com fotos, criando slideshows e outros produtos do iPhoto. Ele é um software maravilhoso. Porém, a sua forma de arquivar as fotos e outros projetos não é das mais inteligentes. Ele concentra tudo em um arquivo de texto em XML, com todas as informações referentes ao endereço das imagens no HD, os comentários, os álbuns os slideshows, tudo.

Publicidade

Isso é um perigo! Imagina se, por algum infortúnio qualquer, seu computador desliga ou até mesmo o iPhoto fecha sozinho por algum erro de execução e este arquivo XML tem informações perdidas durante sua gravação! Você continuaria com suas fotos lá todas guardadinhas, mas a biblioteca, os endereços e tudo o que você fez lá dentro pode ser perdido. Trágico, não? Levante o dedo quem já passou por isso. Eu já, e umas 3 ou 4 vezes. Depois eu conto como tentar solucionar este problema, caso aconteça, em uma próxima dica.

Mas, para evitar isso, que tal trabalhar em uma biblioteca menor? Somente com os arquivos mais recentes, somente com aqueles que você vai realmente utilizar no seu projeto atual, ou neste semestre, sei lá. Que tal arquivar a sua biblioteca atual que está superlotada de fotos e começar a trabalhar em uma biblioteca nova e leve daqui em diante?

Publicidade

É bem simples: ao abrir o iPhoto, pressione a tecla Alt/Option no teclado, e aparecerá a janela de opções a seguir, onde você poderá optar por criar uma nova biblioteca ou selecionar uma determinada biblioteca para abrir.

Opção de criar ou abrir biblioteca do iPhoto

Evite mover para outra pasta ou alterar o nome da sua biblioteca, e evite também acessar os arquivos internos dela direto pelo Finder. Isso tudo pode danificá-la, e ninguém quer perder informações sobre dezenas de milhares de fotos, não é mesmo?

Publicidade

Espero que, em uma próxima versão, o iPhoto distribua suas informações em diferentes arquivos, como já é feito com os projetos do iMovie e do iDVD. Não fica tudo concentrado em um único arquivo, diminuindo o risco de problemas, e possibilitando o intercâmbio de projetos com outros computadores.

Já notou que tudo o que você cria no iPhoto fica preso nele até que você exporte em formato PDF ou de vídeo? Não é bem isso o que se espera, por exemplo, quando precisamos passar para alguém um slideshow. Enfim. Vamos aguardar por novidades nas próximas versões e tentar usar da melhor forma possível o que temos disponível na versão atual.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

WeShow agora também conta com interface em português

Próximo Artigo

WebKit passa a suportar também máscaras via CSS

Posts Relacionados