O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

ies4osx permite emular o Internet Explorer no Mac OS X

Colaboração especial por Thiago Christof.

Publicidade

Ícone do ies4osxComo desenvolvedor recém-migrado para a plataforma Mac, caí no seguinte dilema: como testar meus projetos no Internet Explorer (IE) sem ter que instalar o Windows no meu MacBook?

Encontrei a resposta no ies4osx, projeto suíço inspirado no IEs4Linux, do brasileiro Sérgio Luís Lopes Júnior. Para instalar e rodar o IE no Mac e Linux, ambos os projetos fazem uso do Wine, uma implementação de código aberto da API do Windows.

Para instalar o ies4osx, siga as instruções no site oficial. Durante a instalação, você poderá escolher quais IEs deseja instalar em seu Mac. Estão disponíveis as versões: 5.0, 5.5, 6.0 e 7.0 (ainda em fase de testes). Mas só faça o download do pacote se você for dono de um Mac Intel. Caso contrário, o Wine não funcionará.

Publicidade

Depois de instalado, este é o resultado:

ies4osx rodando no Mac OS X Leopard

ies4osx rodando no Mac OS X Leopard

Aqui vale ressaltar: não use o ies4osx como seu navegador para o dia-a-dia! Seu uso é recomendado apenas para desenvolvedores que querem visualizar e testar seus projetos no IE. Para os demais, o mais seguro é continuar usando os navegadores projetados para a plataforma Mac, como o Safari, Firefox e Opera, entre outros.

Apesar de quebrar um galhão, o ies4osx não é perfeito: tem alguns bugs, não roda Flash nem Java, fica instalado no Desktop, é lento e pode fazer suas ventoinhas levantarem vôo. Ver o danado baixando arquivos .exe, .cab e .dll para seu Mac pode ser também uma experiência apavorante se você, assim como eu, guarda traumas do sistema operacional da Microsoft.

Publicidade

Por outro lado, a renderização das páginas costuma ser bastante fiel se comparada às versões nativas e este programa livra você de comprar uma licença do Windows (ou, ainda pior, instalar uma versão pirata no Mac) só pela necessidade de verificar se os seus arquivos HTML e CSS estão ok para os usuários do IE. Afinal de contas, usuários do IE ainda são maioria e qualquer desenvolvedor sério sabe que esta grande fatia não deve ser menosprezada!

[Thiago Christof faz questão de divulgar o que é bom! É desenvolvedor do mobbbi e escreve sobre mobilidade no mobbbi dev.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

As 8 maiores chateações do Google

Próximo Artigo

Web Snapper: capture sites inteiros em PDFs ou imagens com apenas um clique

Posts Relacionados