O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Retail Stores completam 7 anos

Essa eu juro que não sabia: no dia 15 de maio de 2001, a Apple oficialmente anunciou para a imprensa a abertura da sua primeira Apple Retail Store nos Estados Unidos (e no mundo). Curiosamente, eu fiz 9 anos neste mesmo dia! 😀

Publicidade
Foto de abertura da primeira Apple Retail Store  

Foto de abertura da primeira Apple Retail Store

A primeira Apple Retail Store foi aberta no segundo andar do Tysons Corner Center, no estado da Virgínia. Steve Jobs esteve presente, e junto dele uma grande quantidade de repórteres e curiosos. Na verdade, a loja foi aberta ao público geral no dia 19, mas no dia 15 de maio foi quando Jobs foi entrevistado na loja.

PowerBooks e os Power Macs nos fundos da loja

PowerBooks e os Power Macs nos fundos da loja
Seção de acessórios e softwares

Seção de acessórios e softwares

Nostalgias à parte, na época a Apple ainda vivia uma situação difícil. A fatia de mercado dos Macs havia caído 2% no final do primeiro trimestre de 2001 e o lançamento do Mac OS X 10.0 Cheetah, dois meses antes, não foi muito bom para a Apple, principalmente por não oferecer suporte a dispositivos básicos de hardware, como CD ou DVD integrado aos Macs da época. O iPod só viria ao mercado cinco meses depois, e a Apple necessitava de uma nova forma de atingir seus atuais clientes com seus produtos, além de criar um ambiente confiável para trazer novos usuários.

Na época, muitas pessoas pensaram que a Apple abrira suas Retail Stores para competir com seus revendedores autorizados. Porém, a Apple possuía dois grandes motivos para a abertura das suas próprias lojas. Primeiro, aumentar a fatia de marcado dos Macs, evidentemente; segundo, melhorar o marketing de seus produtos. Explico: comprar Macs em lojas comuns de varejo nos Estados Unidos era uma experiência horrível, principalmente devido aos PCs vendidos junto dos Macs, com preços muito mais competitivos.

Publicidade

Em uma Apple Retail Store, as coisas já eram diferentes. Nelas, a Apple conseguiu investir em uma melhor experiência de compra para o cliente, criar mais comunidades em torno do Mac e ainda exibir os produtos de terceiros para Macs, tais como acessórios e softwares. 

No início, a Apple não teve nenhum ganho com as suas Retail Stores. A iniciativa foi bem sucedida como ferramenta de mercado, no entanto não se registraram mudanças no crescimento da adoção de computadores da Apple. Mesmo não havendo crescimento, a Apple manteve-se firme na sua decisão de não só manter suas Retail Stores, como também ampliar o número delas.

Publicidade

No fim das contas, as Apple Retail Stores foram apenas um dos muitos fatores que fizeram a empresa crescer e se tornar uma das companhias mais inovadoras da atualidade. Somada à venda de produtos e acessórios para Macs, iPods e iPhone, a estratégia de suporte e atendimento aos clientes é um diferencial que, na minha opinião, nenhuma empresa até hoje foi capaz de oferecer de forma semelhante. 

[Fotos: Apple Watch.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Logólogos: uma brincadeira de como surgiram algumas logos

Próximo Artigo

Rumores de mais novidades na iTunes Store para celulares

Posts Relacionados