O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

10 razões por que Macs servem para negócios

Nas campanhas publicitárias, sempre é ressaltado o quanto a plataforma Mac é boa para sua vida: com uma suíte como o iLife vindo pré-instalada, fica difícil competir neste quesito. Contudo, para quem é um workaholic como eu, “PCs servem para trabalhar, Macs servem para todo o resto” não é uma frase muito consoladora.

Publicidade

Quer dizer que eu vou ter que usar um “begezão” 75% do meu tempo? Não exatamente. Do iWork ao Boot Camp, Macs oferecem uma série de soluções para que uma pequena ou média empresa faça “o grande switch” e adote os computadores da Apple. Cinco delas — as primeiras — foram abordadas por Will Hinton em seu blog, como resposta a um artigo da CNNMoney.com. As outras cinco foram discutidas no Low End Mac, por Jason Packer.

Todos prontos para mais um episódio de “Confissões de um wannabe“? Então vamos lá!

  1. Aplicativos web
    Se dá pra criar e compartilhar documentos via internet, pra que se preocupar com uma coisa mínima como o sistema operacional? Num mundo globalizado, virtualmente sem fronteiras, este tipo de aplicativo está se tornando cada vez mais comum e, se você quiser, quase todas as tarefas do dia-a-dia podem ser feitas online.
  2. Suporte técnico facilitado
    No Brasil, isto até pode ser um problema, mas não há dúvidas de que Macs dão menos dores de cabeça aos seus donos do que PCs. Em caso de sinistro, o sistema operacional de um Mac pode ser restaurado de forma bem mais simples que o de um “begezão”. Além do mais, solucionar menos problemas mais rapidamente faz todo sentido para uma empresa quando lembrarmos que “tempo é dinheiro”.
  3. Produtividade
    Quanto tempo você leva para colocar um PC novo pra funcionar a todo vapor? Uma hora? Duas horas? Três dias? Uma semana?… Pense só na quantidade de programas que devem ser instalados e no tanto de vezes que você precisa reiniciar o computador! Agora leve em conta o seguinte: numa empresa de médio porte, multiplique esse tempo perdido por 10. Deu pra perceber o ganho?

Apple Bonjour

Publicidade
  1. Redes
    Às vezes pode ser extremamente penoso colocar dois PCs em rede e fazer com que eles permaneçam conectados. Um sistema operacional paranóico como o Windows eventualmente gosta de se trancar em algum lugar isolado e cortar suas conexões com o mundo (isso acontece de vez em quando, onde eu trabalho…). Aí é preciso restabelecer tudo de novo… Com recursos como o Bonjour, Macs mostram todo seu resplendor em termos de capacidade de formação de redes estáveis. Se ao menos PCs tivessem o Leopard… 🙁
  2. Revoluções no departamento de IT a cada 5 anos
    Muitos switchers viram o Windows Vista (aka Mac OS X Copycat) como a gota d’água que os fez mudar de PC para Mac. Imagine o quanto, a cada 5 anos, a Microsoft torna a vida dos operadores de computador um verdadeiro inferno ao lançar um sistema operacional totalmente novo, sem drivers para nada e que exige um upgrade absurdo para rodar plenamente. Isso significa uma porção de cursos e uma formação continuada dispendiosa para a empresa poder continuar com o Windows (além de um pesadelo na aquisição de licenças). Agora imagine a abordagem da Apple em relação ao sistema operacional: inovações gradativas, quase uma evolução biológica do sistema, tornam tudo mais paulatino e eficiente. E leve em conta que Macintoshes antigões podem rodar o Mac OS X!
  3. Microsoft Office 2008
    Difícil de acreditar que os PCs estão rodando o Microsoft Office 2007 e os Macs têm uma versão mais atual, não é? A Microsoft sempre lançou versões de seus aplicativos para trabalho tanto na plataforma PC quanto na Mac e isso, de certa forma, pode servir de incentivo para o dono de um negócio que deseja trocar suas máquinas. A familiaridade da suíte de trabalho mais famosa do mundo pode ser bem vinda: quase nada de treinamento adicional é requerido para que uma pessoa habituada com o Word num PC sinta-se à vontade com o Word num Mac. Além disso, o risco de incompatibilidade com uma verdadeira multidão de usuários de PCs em outras empresas pode ser intimidador: com o Office ’08, você tem a garantia de que todos os arquivos compartilhados entre computadores diferentes serão sempre reconhecidos. Contudo, pode ser interessante considerar a suíte iWork, da Apple: além de mais barata, ela traz praticamente todas as funções encontradas nos programas da Microsoft. Apesar de não haver 100% de fidelidade em todos os tipos de arquivos e funções, você tem nela uma série de programas feitos pelo mesmo fabricante de seu hardware — uma das maiores vantagens dos produtos Apple. Como terceira opção, você ainda pode usar o OpenOffice: sendo gratuito, nele encontra-se a melhor relação de custo-benefício disponível no mercado. “Cavalo dado, não se olha os dentes”… (Hoje, eu tirei o dia pra ditados!)
  4. Firefox
    Provavelmente você já usa a boa e velha raposa para navegar pela internet. Pra que mudar, então? “Em time que está ganhando, não se mexe”, já diz a sabedoria popular. Não que o Safari seja um navegador ruim (longe disso!), mas o treinamento necessário para seus empregados usarem um outro browser pode levar um pouco da produtividade embora. Além do mais, encontrar familiaridade em um mundo de aplicativos e funções estranhas pode ser reconfortante.

  5. Mice USB
    Mice é plural de mouse, sabia? MacMagazine também é cultura! 😀 É bem conhecido por todos que o Mighty Mouse não é a peça de hardware mais popular da Apple. Caso você ou sua equipe não se adaptem muito bem a ele, qualquer mouse USB genérico pode substituí-lo em um Mac, seja um desktop ou um laptop. Neste último caso, pode ser interessante você dar uma chance ao trackpad: com scroll de dois dedos e outros gestos intuitivos (principalmente nos MacBooks Pro e Air), talvez você dê adeus aos ratos!
  6. Parallels/Fusion/VirtualBox/Boot Camp
    Sua empresa depende desesperadamente de algum software que só roda no Windows? Não tema! Desde que fez a transição para processadores Intel, a Apple disponibiliza o Boot Camp em Macs, justamente para que você possa usar seus aplicativos essenciais. Neste quesito, opções não faltam: além da ferramenta inclusa em todos os Macs Intel, ainda há aplicativos de terceiros que estão à disposição por um custo bastante acessível. Quer mais que isso? Alguns destes programas podem “clonar” o HD de seu antigo PC e colocá-lo para funcionar no Mac. Isso pode ser extremamente útil para tranqüilizar aqueles funcionários que forem mais resistentes a mudanças.

Apple Genius Bar

Publicidade
  1. Apple Store
    Tudo bem, estamos no Brasil e não há um Genius Bar num raio de milhares de quilômetros… Mas foi justamente para resolver probleminhas como esse que a internet nasceu! No site da Apple você tem acesso a uma infinidade de vídeos de treinamento sobre as principais funções e recursos tanto do sistema operacional (Mac OS X) quanto de aplicativos da Apple. A suíte iWork, por exemplo, foi abordada em uma oficina recentemente, apresentada inclusive neste artigo do MM. Aqui há um pequeno inconveniente (o único desta lista?) para alguns: tudo está em Inglês.

Com isso, creio que os workaholics de plantão podem dormir sossegados: se seu chefe (ou você mesmo) tiver a mente aberta e a empresa, um fundo de caixa razoável, é possível mudar para a plataforma Mac de forma quase indolor.

“Quase”, pois dói lembrar o tempo que você perdeu usando PCs… 😛

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple TV de primeira geração com controle remoto

SDK para o Apple TV, será?

Próximo Artigo

Vocês já viram o novo... eyePhone? :P

Posts Relacionados