Software 2.0 do iPhone: o que mudou?

A Apple apresentou hoje na WWDC em São Francisco a versão final do software 2.0 para iPhones e iPods touch. O novo firmware do aparelho traz suporte para todos os recursos de desenvolvedor e a instalação de aplicativos de terceiros pelo usuário, além de novos recursos para o uso de iPhone nas corporações.

Publicidade

Atualizações

Para a maioria dos usuários, o que novo software 2.0 traz ao iPhone é uma atualização massiva dos recursos existentes, combinada com uma série de novas funcionalidades. Comprovando um antigo rumor, o software 2.0 do iPhone suporta buscas internas nativamente. Será possível buscar por contatos através de um campo de busca de uma forma tão rápida no iPhone quanto buscar por eles na Agenda do Mac OS X usando o Spotlight.

iPhone 2.0

O Mail do iPhone recebeu atualizações em seu modo de gerenciamento de emails, permitindo seleções múltiplas para ações como mover e apagar e também organização de mensagens por grupos. Ele possui ainda suporte emails com anexos, podendo abrir arquivos do iWork e apresentações feitas no PowerPoint direto no iPhone. Sem dúvida ele está muito mais integrado ao Mail do Leopard do que antes.

Publicidade

iPhone 2.0

Como o iPhone vai operar oficialmente em mais países a partir do segundo semestre, precisa operar em mais idiomas. Agora ele suporta oficialmente até 17 idiomas: Inglês, Francês, Alemão, Japonês, Neerlandês, Italiano, Espanhol, Português, Dinamarquês, Norueguês, Chinês Simplificado, Chinês Tradicional, Coreano, Russo, Sueco, Finlandês e Polonês. Todos os idiomas têm suporte a dicionário no iPhone, exceto o Coreano.

iPhone 2.0

O Safari para iPhone agora permite salvar imagens diretamente de páginas da web na memória do aparelho, que depois podem ser transferidas para o seu Mac ou mesmo para um PC. A calculadora agora suporta modo científico, basta virar o aparelho para mudar o tipo de calculadora. Assim como o Mac OS X Leopard, o iPhone 2.0 suporta controles parentais definidos pelo usuário para bloquear o conteúdo a ser exibido no aparelho.

iPhone 2.0

Publicidade

O iPhone 2.0 conta agora com um novo Maps. Ele traz informações de tráfego (assim como o Google Maps na internet) e recebeu melhorias no sistema de localização via Wi-Fi e nas buscas por locais específicos, o que é uma boa para usuários da primeira geração do iPhone. Já na nova versão 3G do aparelho, o Maps opera com base no GPS integrado, que permite triangular a posição do usuário de forma mais precisa e monitorar o seu deslocamento em tempo real.

iPhone nas corporações

Para as grandes empresas, o iPhone com a nova versão do firmware traz uma série de possibilidades novas. Com o apoio da Microsoft, a Apple levou ao iPhone o suporte ao protocolo ActiveSync usado no Microsoft Exchange, permitindo total sincronização entre Servidores Exchange e iPhones para contatos, emails e eventos. O iPhone também suporta Global Address List (GAL) através do Microsoft Exchange para sincronização de contatos, e a Apple também trabalhou em conjunto com a Cisco para levar ao iPhone certificados e identidades, políticas de segurança reforçadas, protocolos VPN e ainda o padrão de rede WPA2/802.1X usado nas corporações. Com isso, as empresas possuem total controle no gerenciamento e na configuração de iPhones, podendo contar ainda com total bloqueio de aparelhos remotamente para proteção de dados.

App Store

A tão esperada App Store chega ao software 2.0 do iPhone. Ela fornecerá uma enorme variedade de softwares de terceiros para o aparelho em diversas categorias, como jogos, negócios, notícias e esportes.

A App Store estará acessível pelo usuário tanto na rede celular (vantagem para usuários do novo iPhone 3G) quanto em redes Wi-Fi, permitindo que o usuário adquira e atualize Apps no seu aparelho em qualquer um dos 62 países onde ela estará disponível. Os aplicativos poderão ser comercializados ou distribuídos gratuitamente. No caso dos aplicativos comercializados, os desenvolvedores ficarão com 70% dos lucros, enquanto a Apple ficará com 30% para cobrir despesas na hospedagem e disponibilidade dos aplicativos.

MobileMe

Como veremos, o.Mac virou história. No lugar dele, vem o novo MobileMe, no qual o novo software 2.0 do iPhone está totalmente integrado. Agora, todas as suas informações pessoais, como contatos, calendários, favoritos do Safari estarão sincronizadas através da web, tanto no Mac como no iPhone.

Através da sincronização over the air, as alterações feitas no iPhone serão automaticamente enviadas para a web em seu domínio no novo serviço. Então quando você se conectar ao MobileMe em seu Mac, tudo é sincronizado com base no que está na internet, de forma que o que mudar em seu iPhone mudará em seu Mac e vice-versa.

E o iPod touch?

Para o iPod touch, o novo software 2.0 traz exatamente os mesmos recursos, o suporte a instalação de Apps de terceiros, jogos e tudo mais, com exceção do Maps com GPS. Só que a Apple vai cobrar novamente esse update dos atuais donos de iPods touch. Ele custará US$10 e terá que ser comprado na iTunes Store e atualizado no aparelho.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…