O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Como será o processo de ativação do iPhone 3G?

iPhone trancado na AT&T

Nada é oficial, por enquanto, mas diversas fontes afirmam, desde o lançamento do iPhone 3G, que a Apple e a AT&T trabalharão diferentemente na venda dos aparelhos, de forma a conter ainda mais a pirataria do telefone mundo afora.

Publicidade

Para isso, há dias se fala que as empresas obrigarão o consumidor a ativar o telefone no ato da compra, antes de sair da loja. Isto significa que não seria mais possível, por exemplo, simplesmente comprar o aparelho, levar pra casa, pegar um vôo pra qualquer outro lugar, desbloqueá-lo e nunca ter nenhum vínculo com a AT&T.

iPhone e AT&T

O AppleInsider reporta agora que, apesar de existir este esforço para conter a pirataria, Apple e AT&T não necessariamente obrigarão o consumidor a ativar seu aparelho na loja, mas ele no mínimo terá que assinar um formulário se comprometendo a ativar seu iPhone dentro de 30 dias. De uma forma de outra, a pessoa terá que fechar um contrato de 2 anos com a operadora.

Publicidade

Todo o processo de compra e conexão de dados entre o aparelho adquirido e a operadora seria feito através do código identificador IMEI do iPhone 3G. Há a possibilidade, inclusive, de multas ou penalidades para o caso de o consumidor não ativar seu aparelho no prazo estabelecido.

Tudo isso deve-se ao fato de, como você já acompanhou aqui no BLOG, o baixo custo da nova geração de iPhones ser extremamente subsidiado. Isso significa que a Apple deixará de lucrar em cima das assinaturas dos consumidores das operadoras, mas poderá oferecer ao mercado um aparelho muito mais acessível, gerando muito mais vendas e atingindo um público muito mais amplo.

Publicidade

Como comentei no início deste artigo, Apple e AT&T não se pronunciaram oficial e publicamente sobre este assunto, ainda. Não se sabe, também, se o modelo de comercialização será o mesmo em todos os países onde o iPhone 3G for comercializado.

Em países como a Austrália, por exemplo, leis federais impediriam que a Apple vinculasse a venda do iPhone 3G a contrato de operadora de telefonia de celular, por mais curto que fosse — que dirá, de 2 anos. Sendo assim, pode-se esperar aparelhos mais caros na terra dos cangurus ou, no mínimo, um boom de vendas por lá, para pessoas interessadas somente em desbloquear os iPhones e usá-los livremente em outros países.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Google atualiza Toolbar para o Firefox 3.0

Próximo Artigo

Firefox 3.0 para Mac OS X: mudanças internas

Posts Relacionados