O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

O iPhone e o mercado pornográfico

Não será só a Apple que lucrará ainda mais com o lançamento do iPhone 3G. Com sua conexão mais rápida, o telefone, que já é o melhor dispositivo móvel para navegação na internet, será ainda mais explorado pela rede pornográfica.

Publicidade

A partir da nova geração, gigantes XXX poderão disponibilizar ainda mais conteúdos multimídia para iPhones, num mercado que movimenta bilhões de dólares todos os anos. Já em 2007, Hugh Hefner falou sobre o iPlayboy e como ele queria investir no sucesso do iPhone com softwares disponíveis no Playboy.com, oferecendo vídeos de “Cyber Girls”, fotos de Playmates, wallpapers e diversos outros materiais customizados para iPhones.

Dia 11 de julho o iPhone chegará oficialmente a 22 países — 16 a mais do que atualmente —, algo que certamente está arregalando os olhos dessa indústria. Até o final do ano, serão 70. O Google já declarou que o iPhone é o dispositivo móvel mais utilizado para acesso ao seu site de buscas. Se você digitar “iphone porn” lá, verá que já são hoje mais de 3.440.000 resultados obtidos.

A Apple faz e continuará fazendo de tudo para não apoiar e banir esse tipo de uso do iPhone. Uma porta-voz da Apple declarou que a empresa não permite distribuição de pornografia; já sabemos, também, que qualquer aplicativo com conteúdo adulto será banido da iTunes App Store.

Publicidade

No final das contas, a responsabilidade de usar o Safari do iPhone para ver conteúdo pornográfico ou seja lá o que for é responsabilidade de cada usuário. A recomendação que fica, portanto, é olhar bem pra cara do indivíduo do qual você estiver comprando um iPhone usado. Na dúvida, invente uma desculpa e caia fora.

[Dica do Edson Andrade, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Adobe libera updates para Creative Suite e lança Acrobat 9

Próximo Artigo

MercadoLivre continua enganando consumidores

Posts Relacionados