O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mac OS X Snow Leopard: de mega em mega, o sistema ficará mais leve

Você já acompanhou, aqui no BLOG, algumas das novidades previstas para o Mac OS X 10.6 Snow Leopard, que deve chegar ao mercado em meados de 2009. Uma delas — bastante importante — é a drástica diminuição no tamanho dos aplicativos do sistema.

Publicidade

Confira o gráfico:

Comparativo de espaço em HD dos aplicativos do Snow Leopard

Comparativo de espaço em HD dos aplicativos do Snow Leopard: clique para ampliar

De onde a Apple está tirando tantos megabytes, no final das contas?

Um dos desenvolvedores que obteve uma cópia beta do Snow Leopard na WWDC 2008 fez uma análise sobre os avanços realizados pela Apple até hoje e contribuiu para este artigo bastante esclarecedor do AppleInsider.

Publicidade

Boa parte dessa diminuição virá através de arquivos de localização, que fazem do Mac OS X um sistema multi-lingual. Além disso, dentro de cada pacote de aplicativos do Mac OS X existem arquivos NIB, uma abreviação do nome original da ferramenta usada para criá-los: o NeXTSTEP Interface Builder. Esses arquivos também contêm recursos gráficos utilizados pelos softwares.

Durante o desenvolvimento de um aplicativo, o Interface Builder é utilizado para organizar, visualmente, os controles da interface do programa — de botões a listas com barras de rolagem —, que são posteriormente conectados a ações em código. Os arquivos XML originais utilizados nesta fase do processo são chamados designable.nib, mas estes não foram feitos para acompanhar o software quando finalizado. Os arquivos NIB inclusos com o programa em sua versão final são bem menores, e podem ser ainda mais comprimidos.

Publicidade

Falando em compressão, o desenvolvedor realizou um experimento, compactando os arquivos XML e HTML inclusos no Mail do Leopard. Resultado: uma redução de 289MB para 96.6MB no tamanho do aplicativo. Agora veja o gráfico acima novamente, no item Mail, e compare-o com esses números.

A Apple já aplicou um fundamento similar aos arquivos de preferências .plist, convertendo-os de arquivos de texto XML comuns (facilmente lidos por seres humanos) em binários comprimidos — mais uma vez, visando economizar espaço em disco. O processamento adicional para comprimir e descomprimi-los é insignificante, já que eles não são necessários a todo momento durante o uso diário de softwares.

Snow Leopard em Macs

Publicidade

Enquanto tal técnica poderá contribuir para uma diminuição no peso final do Snow Leopard, a Apple não terá muito trabalho inicial para realizar um bom ganho neste sentido, já que o Leopard, por si só, foi mal concebido. Segundo o desenvolvedor, a Apple cometeu um erro ao finalizar o sistema, deixando diversos arquivos designable.nib nos aplicativos, que deveriam ter sido removidos na sua versão Golden Master. “Só o Mail”, diz ele, “possui 1.400 desses arquivos, que ocupam quase 200MB em disco.”

Gráficos vetoriais independentes de resolução também podem ser uma novidade daqui para quando o Snow Leopard for lançado, mas ainda não é o caso, pelo menos no preview para desenvolvedores.

Quanto à remoção de códigos PowerPC, desenvolvedores notam que os aplicativos do Snow Leopard continuam como binários universais, e mesmo a remoção de tais códigos extras surtiria em um pequeno impacto no tamanho dos mesmos, se comparado com a compressão de XMLs e gráficos relacionados com a localização dos aplicativos e a remoção de arquivos NIB de desenvolvimento.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Mac é Pop: "Eu Sei Quem Me Matou", com Lindsay Lohan

Próximo Artigo

Pôsteres retrô de WALL•E

Posts Relacionados