O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Em escola americana de Boston, Macs substituem até livros didáticos

Talvez a informatização das salas de aula aqui no Brasil ainda não seja uma realidade. Claro que já se tornou mais comum em nossas escolas (e faculdades) a existência de salas de informática, ou mesmo das bibliotecas informatizadas, que já adicionam um pouco de inclusão digital na nossa educação. Mas ainda é difícil observar casos de informatização total do ensino em escolas brasileiras.

Publicidade

Quando se trata do uso de Macs nas nossas escolas, como é o caso do D’Incao – já comentado aqui pelo Rafa – a coisa é ainda mais difícil. Mas, fora do Brasil, a tecnologia já está se expandindo com maior rapidez nas salas de aula. Em casos como a Lilla G. Frederick Pilot Middle School, escola financiada pela cidade de Boston, nos Estados Unidos, tal avanço até já substituiu os livros didáticos no aprendizado.

Alunos de escola americana usando Macs

A escola fornece 650 MacBooks aos alunos das sétima e oitava séries todos os dias: são entregues a eles na chegada à escola e devolvidos no final das aulas. Além de dispensar o uso de livros, todas as lições e trabalhos são entregues por email direto nos servidores da escola. Professores e alunos também mantêm blogs em conjunto sobre vários assuntos, e até os pais podem conversar com a equipe de docentes usando software de mensagens instantâneas.

Publicidade

Os alunos utilizam os aplicativos da suíte iLife e o Google Docs para fazer seus trabalhos escolares e também contam com o apoio de softwares educativos especiais, como o FASTT Math, da Scholastic.

Professor orientando alunos em sala de aula usando Macs

Publicidade

Segundo Debra Socia, diretora da instituição, os resultados do uso de Macs pelos alunos foram bastante positivos no rendimento escolar. “Por que comprar um livro quando podemos comprar um computador? Os livros didáticos muitas vezes estão obsoletos antes mesmo de chegar à gráfica”, disse.

No total, o investimento para a informatização da escola foi de cerca de US$2 milhões, em uma parceria feita com a Apple. A Lilla G. Frederick Pilot Middle School fica no bairro de Dorchester, uma região de Boston onde a qualidade escolar geral é baixa, além de ser conhecida pela sua violência.

A Apple oferece aqui mais informações sobre os projetos e soluções para uso de Macs em instituições de ensino e universidades.

[Dica enviada pelo Pedro, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Intel quer padronizar a fabricação de chips portáteis de 25 watts

Próximo Artigo

Neverball: clone gratuito do Super MonkeyBall para iPhones e iPods touch

Posts Relacionados