O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Demorou, mas aconteceu: Apple processa fabricante de clones Psystar

PsystarA Apple Inc. não está nada contente com a Psystar, firma baseada na Flórida (nos Estados Unidos) que, alguns meses, vende computadores de sua marca com versões hackeadas do Mac OS X, de forma que seja possível rodá-lo em PCs não-Apple.

Publicidade

A Maçã registrou uma reclamação formal no U.S. District Court for the Northern District of California no dia 03 deste mês, apenas um dia após a Psystar anunciar que já estaria distribuindo uma versão modificada do update 10.5.4 do Leopard para consumidores que haviam comprado qualquer dos seus sistemas anteriormente.

Detalhes sobre o processo ainda não foram divulgados, mas o AppleInsider já descobriu que a Apple e seus advogados estão se baseando em violação de copyrights.

Antes mesmo de qualquer ação da Apple, um porta-voz da Psystar identificado como Robert foi a público garantir a legalidade da sua companhia, alegando que o contrato de uso do Mac OS X proíbe a sua instalação em hardwares não-Apple, algo que viola leis anti-truste norte-americanas.

“O que aconteceria se a Microsoft dissesse que o Windows só poderia ser instalado em computadores Dell?”, questionou ele. “E se a Honda afirmasse que, depois que você comprasse um dos seus carros, só poderia dirigir em estradas ditadas por eles?”

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Headline: conheça um novo agregador RSS simples e bonito para o Mac OS X

Próximo Artigo

Apple disponibiliza versão 1.1.5 do firmware para iPods touch [atualizado]

Posts Relacionados