O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

G.ho.st: armazenamento de arquivos + sistema operacional online do Oriente Médio

Parece um pouco com o Dropbox, mas pode ser muito mais do que ele. À primeira vista, o que se vê é mais um serviço oferecendo 5GB de espaço virtual — e, a cada amigo convidado, você “ganha” mais 1GB. Mas a proposta dos caras é bem mais ousada: concorrer com a Microsoft — e com uma interface bastante chupada, diga-se de passagem.

Publicidade

Antes de mais nada, a história dos tais “caras” por trás do G.ho.st (Global Hosted Operating System) é bastante interessante: a empresa é sediada em Ramallah — isso mesmo, lá na Cisjordânia! — e possui hoje cerca de 40 funcionários. O mais curioso é que ela foi fundada pelo israelense Zvi Schreiber e seu parceiro palestino Tareq Maayah — com a idéia de, acredite se quiser, “melhorar as relações na região [do Oriente Médio]”.

Schreiber, porém, trabalha com mais 6 empregados em Tel Aviv (Israel). “Eu não posso visitar o nosso escritório central”, conta ele. “Como viagens entre as duas localidades da nossa companhia são bem difíceis, a maior parte do nosso trabalho é feita via vídeo-conferência. Como o software não requer muitas importações e exportações, estamos conseguindo uma colaboração bastante eficiente”.

Publicidade

O software G.ho.st cria um desktop virtual que possibilita aos usuários rodar programas e salvar arquivos de qualquer computador. O bacana é que ele já traz vários aplicativos e serviços embutidos/integrados, como o Meebo, Last.fm, Zoho, Flickr, YouTube, entre outros.

No vídeo abaixo, produzido pela CNET News.com, Ori Weinroth fala sobre a companhia e a forma como eles trabalham nas duas localidades. Ela é a líder de desenvolvimento de negócios do G.ho.st e, por sinal, uma ex-funcionária da Microsoft:

Publicidade
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_kio4HGJfAc[/youtube]

O G.ho.st está aberto para uso/registro mas encontra-se, por enquanto, em fase alpha, o que significa que usuários estão sujeitos a bugs — graves ou não —, lentidão e instabilidade. Portanto, abuse com moderação.

[Dica do Pedro, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Oi afirma que "entrará na briga pelo iPhone"

Próximo Artigo

Surge novo cliente de mensagens instantâneas para iPhones/iPods touch, o Palringo

Posts Relacionados