O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Enganando o limite de 3GB do Photoshop

A teoria é um pouco longa, mas essa história do Photoshop só ser capaz de gerenciar 3GB de memória tem uma única razão: ser um programa 32-bits. Isso significa que suas instruções têm comandos, em linguagem de máquina, com largura de 32-bits e, como tal, podem endereçar até 4GB de dados na RAM. Como 1GB já fica reservado para abrir o software, o restante é para as imagens em edição.

Publicidade

Entretanto, quem tiver mais que 4GB de RAM disponível em um Mac Pro — único Mac que pode superar essa quantidade de memória — não poderá aproveitar por completo o desempenho da máquina. Quem quiser “enganar” o Photoshop enquanto ele não é lançado em versão 64-bits, eis um truque publicado neste site.

Discos RAM (ou RAM disks, como eram conhecidos no Mac OS 9) são discos virtuais criados com espaço livre da RAM do computador. São mais rápidos do que qualquer HD, porque a velocidade da RAM sempre é várias vezes superior à de quaisquer discos rígidos, também conhecidos como o grande “gargalo” da informática.

Publicidade

Então, para superar o limite de 3GB do Photoshop, é necessário criar um disco RAM com a capacidade desejada e marcá-lo como scratch disk primário do programa. O scratch disk é um disco com a função de receber dados do programa, uma vez que a memória principal esteja cheia.

Na verdade, o conceito é muito parecido, senão o mesmo, com o de “memória virtual”, onde o HD é utilizado como RAM. Portanto, se o suposto HD é uma área da RAM, a velocidade de uso será praticamente a mesma, certamente superior à do uso do disco-rígido como scratch disk.

O disco RAM é criado através de um comando no Terminal. Para alocar 2GB, por exemplo, usaria-se o seguinte comando:

Publicidade
hdid -nomount ram://4194304

Matemática, alguém? Esse número representa a quantidade de blocos de 512 bytes que formarão seu disco RAM. Como 2GB são 2.147.483.648 bytes (2x1024x1024x1024, três multiplicações por 1024 porque passamos para kilo, depois mega e finalmente giga, tudo baseado na matemática de números binários, ou potências de base 2), temos que dividir esse valor por 512 para encontrar o número de blocos, que no exemplo é 4.194.304!

Alguém sabe quantos blocos seriam necessários para criar um disco RAM de 8GB? O primeiro que responder… é realmente rápido na calculadora. Ahá, pensaram que iam ganhar um beijo da Luciana, né?

Se eu fosse professor de Matemática… Enfim, voltemos ao tema. Com esse disco RAM de 2GB criado, você tem que configurar seu Photoshop para utilizá-lo como scratch disk primário. Quando o programa encher os 3GB com dados, passará a essa memória extra, que — veja que coincidência — também é RAM!

Pelo fato de funcionar como uma memória virtual, perde-se um pouco de velocidade na troca de dados entre a RAM e o espaço do RAM disk. Não obstante, como já comentei antes, a operação é muito mais rápida que se fosse realizada com o HD do Mac.

Quem tiver 16GB de RAM em seu Mac Pro, pode tranqüilamente criar um disco RAM de 10GB e desfrutar de um Photoshop capaz de gerenciar dados em edição até o limite total de 13GB, sem tocar o disco-rígido para quase nada. E ainda sobram 2GB para o sistema operacional e outros programas — lembre-se de que 1GB fica designado ao Photoshop, para seu funcionamento.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple poderá ganhar até 11 prêmios no British Technology Awards 2008

Próximo Artigo

Apple avisa revendas que notebooks e iPods sofrerão redução de produção

Posts Relacionados