O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

VMware lança Fusion 2.0 beta 2

A VMware anunciou nesta quarta-feira a disponibilidade de uma nova versão beta pública do Fusion para Mac. A especialista em virtualização de sistemas operacionais está se focando, agora, em diversas áreas para aprimorar a experiência do usuário, incluindo vídeo, proteção de dados e o Unity — recurso que integra ao máximo o uso de aplicativos do Windows rodando sob o Mac OS X.

Publicidade
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=nxTINFGx9_k[/youtube]

Com a beta 2 do Fusion 2.0, chega também a versão 2.0 do Unity. Aplicativos do Windows rodam no Mac OS X sem que o desktop do sistema da Microsoft seja visível, tal como softwares nativos para o OS da Apple.

Ele possibilita o compartilhamento de programas entre o Mac e suas máquinas virtuais, além de habilitar o recurso de espelhamento de pastas — Desktop, Documents, Music e Pictures do Mac OS X, por exemplo, equivalem às pastas Desktop, My Documents, My Music e My Pictures, do Windows. O Unity ainda faz mapeamento do teclado e mouse e possibilita copiar/recortar & colar até 4MB de dados entre os sistemas, incluindo textos ricos.

Visando proteger as máquinas virtuais do usuário, o VMware oferece snapshots automáticos. Sempre que precisar, a pessoa pode voltar a um estado anterior gravado pelo aplicativo.

Publicidade

A periodicidade de gravações pode ser definida para toda meia-hora, toda hora ou todo dia, e você pode escolher até quantos snapshots deseja armazenar na sua máquina. A empresa compara o recurso — chamado AutoProtect — com o próprio Time Machine, do Mac OS X Leopard.

A nova versão do Fusion oferece suporte para a reprodução vídeos HD a 1080p no Microsoft Windows XP ou Vista. O suporte 3D também foi aprimorado, permitindo que usuários entrem e saiam do modo de uso em tela-cheia mesmo enquanto estiverem rodando games.

Publicidade

Usuários do Mac OS X 10.5 poderão, agora, montar o disco virtual de uma máquina virtual Windows mesmo enquanto ela não estiver carregada, com o uso do VMDKMounter. O recurso permitirá acesso aos seus arquivos mesmo sem que o sistema seja iniciado. Quem estiver no Leopard também se beneficiará de uma integração com o Quick Look, possibilitando a visualização de VMs sem que elas sejam abertas.

A VMware também revela que trabalhou bastante na otimização das suas máquinas virtuais enquanto rodando em background, de forma a afetar o mínimo possível a performance de aplicativos do Mac que estiverem rodando em primeiro plano.

Publicidade

Indo para o lado negativo, o suporte a dispositivos FireWire ainda não foi implementado e nem tem previsão de chegar ao Fusion. O software aceita, porém, aparelhos USB plugados ao Mac, mas o problema é que existem muitos aparelhos de armazenamento e câmeras baseadas no padrão FireWire.

O VMware Fusion 2.0 beta 2 suporta a execução de até quatro CPUs virtuais numa máquina virtual, oferece a habilidade de rodar o Mac OS X Server numa VM e suporta programação VMrun via linha de comando. Quando lançada, a nova versão será gratuita para todos os usuários registrados do Fusion 1.0.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Google detalha inovações em customização de buscas por usuários

Próximo Artigo

IEEE aprova nova especificação FireWire 3200

Posts Relacionados