O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Autodesk anuncia nova versão do Maya

Imagem do filme “Tá dando onda”

Muitos pensaram que, depois da compra da Alias por parte da Autodesk, o Maya 3D fosse acabar para dar lugar única e exclusivamente ao 3D Studio, agora chamado Autodesk 3ds Max. Contudo, a empresa de software mundialmente conhecida por seu principal produto para arquitetura anunciou uma nova versão do programa da finada Alias Wavefront: Maya 2009.

Publicidade
Imagem do filme "Tá dando onda"
Imagem do filme "Tá dando onda", feito com Maya

As características incluem, entre outras:

  • os Maya Assets, que permitem organizar e referenciar melhor dados complexos, combinar nós em um conjunto para que sejam vistos e tratados como objeto único na hora de configurar seus atributos;
  • um Render Proxy para o mental ray, que aumenta a velocidade de renderização carregando apenas os dados necessários já pré-processados;
  • além do Maya Muscle, para desenhos e animações avançados de pele e músculos, com reações mais fictícias na representação de movimentos.

O programa terá versões em 32 e 64 bits para Windows XP Professional SP2, Windows Vista Business ou superior e algumas versões de Linux, e para Mac OS X, apenas a de 32-bits estará disponível, pedindo pelo menos a atualização 10.5.2 do Leopard. É possível ver os requisitos completos de instalação aqui.

Segundo o MacNN, espera-se para outubro a chegada do novo programa, com preços variando entre US$1.995 na versão Maya Complete 2009, e US$4.995 para a Maya Unlimited 2009. Também estarão disponíveis atualizações da versão 2008, a preços mais acessíveis.

Publicidade

Quem não tiver tanto dinheiro para investir nesse que é um dos melhores programas de 3D do mercado, pode ir atrás da Personal Learning Edition. É uma versão completamente funcional, apenas com o incômodo banner de “Learning Edition” aparecendo por trás dos renders. Outro inconveniente é que os arquivos de projeto criados no Maya PLE não abrem (ou pelo menos não abriam) nas versões pagas do software. Mas é perfeito para quem quer aprender e não pode gastar.

Aliás, essa foi a versão que utilizei quando fiz meu curso de Maya há uns anos… Da versão 4.5 até a 2008, muita coisa mudou. Agora é esperar o novo lançamento e ver se as novidades valem mesmo a pena.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Microsoft disponibiliza updates para Office 2004 e 2008 for Mac

Próximo Artigo

Facebook já é o site social número 1 no mundo e é o que mais cresce

Posts Relacionados