O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple promove “Tropa de Elite” na sua página de trailers

Estreou anteontem nos Estados Unidos Elite Squad, a versão internacionalizada de Tropa de Elite, grande sucesso do diretor José Padilha. Nunca imaginei que o filme demoraria tanto para chegar por lá; aqui no Brasil, a estréia em massa (depois de algumas premières e da venda antecipada pelo mercado negro) ocorreu em 12 de outubro do ano passado.

Publicidade

Com isso, o trailer do filme (todo bacanudo, super bem produzido — na minha opinião, até dá a impressão de que o filme é melhor do que é) já pintou lá na seção de trailers do Apple.com. A descrição utilizada é a seguinte:

ELITE SQUAD is an intense and astonishing look at Rio de Janeiro’s notorious favelas, the volatile slums on the edge of the city, presenting an intimate look at the city’s vast and intricate web of corruption. The elite BOPE force (State Police Special Operations Battalion) combats drug trafficking, keeping order has its price though and their actions make it difficult to distinguish right from wrong and justice from revenge. BOPE Captain Nascimento (Wagner Moura) is facing a crisis: in addition to the pressures of fighting within war zones, the Captain must find and train his own replacement so he can escape the day to day violence and be close to his wife who is about to give birth to their first child. Two of the force’s newest recruits, are childhood friends: one is quick on the trigger to maintain order and the other refuses to compromise his ideals. Together they are the perfect replacement. Alone they may not have what it takes to survive.

O Marcelo Kertész nota muito bem no Update or Die, porém, o lado negativo da adaptação: não há um diálogo sequer no trailer (não que fossem entender alguma coisa, mas pelo menos deixaria evidente o idioma original da produção) e, de maneira bastante sensacionalista, eles colocam o Rio de Janeiro como “a cidade mais perigosa do mundo.” Há controvérsias, apesar de ninguém negar de que o Rio é mesmo bastante perigoso.

Agora, o melhor mesmo fica para o famoso diálogo: “Ask to leave, zero one!” 😛

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Yahoo! testa nova homepage e oferece integração com o Gmail e AOL

Próximo Artigo

Griffin lança amplificador acústico e case com lente macro para iPhone

Posts Relacionados