O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Estudo revela que o iPhone é pelo menos duas vezes mais confiável que seus principais concorrentes

Um estudo recente feito pela SquareTrade — empresa que vende extensão de garantia para eletrônicos nos Estados Unidos — revela que o iPhone possui maior confiabilidade, quando comparado com os seus principais concorrentes na terra do Tio Sam.

Publicidade

O estudo foi feito com base em alguns critérios, entre eles a taxa de defeitos após 12 meses de uso (ou desde a data de compra), probabilidade de problemas baseados em categorias e a distribuição de defeitos por 100 ocorrências. Em todos eles, o celular da Apple se saiu melhor, com os menores índices de defeitos em todos os casos.

No total, cerca de 15 mil aparelhos de clientes da Apple, Research In Motion e Palm foram avaliados nesse levantamento. Por meio deles, foi possível observar que, após 12 meses de funcionamento, apenas 5,6% dos iPhones apresentaram algum tipo de problema, contra 11,2% dos BlackBerries e 16,2% dos Treos.

Publicidade

Já com dois anos de uso, a probabilidade de ocorrência de problemas é um pouco maior: cerca de 11,3% dos aparelhos da Apple, contra 14,3% da RIM e 21% da Palm. Problemas relacionados à bateria atingiram menos de 0,5% nos iPhones e cerca de 1% dos BlackBerries e Treos. Por outro lado, falhas relacionadas à tela multitouch dos celulares da Maçã são a causa de 32% das ocorrências deles.

A SquareTrade afirmou também que o iPhone é mais propenso a acidentes, em especial por ser escorregadio. Cerca de 12% dos problemas relatados estão relacionados a descuidos, como quedas ou derramamento de líquidos. Além disso, a probabilidade de ocorrerem problemas por conta de falhas do software também é maior no celular da Apple.

Publicidade

O estudo completo da empresa sobre o assunto pode ser conferido abaixo:

[Dica do Luis Wasserman, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Quem disse que as donas de casa também não podem ser tecnológicas?

Próximo Artigo

Apple veicula mais um vídeo exclusivo da campanha "Get a Mac" na web

Posts Relacionados