O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

A raposa na Petrobras

A notícia interessa àqueles que torcem pela expansão da utilização do software livre no mercado corporativo.

Publicidade

Recentemente, a Petrobras anunciou que adotará o Firefox 3 como browser padrão em todas as suas estações de trabalho. Anteriormente, o navegador da Fundação Mozilla era utilizado somente pelas áreas de desenvolvimento de software e em estações Unix/Linux na área científica.

A iniciativa da troca do Internet Explorer — da Microsoft — pelo Firefox 3 é parte de um projeto que abrangerá também a adoção do OpenOffice como suíte de aplicativos de escritório padrão. O navegador será instalado com a extensão IETab, para que as aplicações web projetadas para uso exclusivo com o navegador da Microsoft ainda possam ser utilizadas.

Segundo Jorge Sued, gerente da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Petrobras, a partir de 2009 a empresa terá um padrão efetivo para normatizar a contratação, manutenção e suporte de aplicações baseadas em open source. Sued ainda afirmou que, por ser uma empresa de economia mista, a Petrobras não é obrigada a seguir a política governamental que determina prioridade ao software livre. Porém, já houve seleções em que aplicações baseadas em códigos abertos foram vencedoras, não por questão de custo, mas por qualidade técnica.

Publicidade

Eu bem que gostaria de adotar o Firefox 3 como padrão na instituição financeira onde trabalho, todavia, em uma empresa privada do conservador mercado financeiro, a mudança de certos dogmas e paradigmas é uma questão bem mais complexa. A esperança, ainda assim, sobrevive.

[Dica do Carlos Henrique, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

MacBook danificado volta a funcionar como um "Mac Pro Ultra Mini"

Próximo Artigo

Momento Humor: Steve Jobs já planejava despedir Tony Fadell há bastante tempo

Posts Relacionados