O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Depois de um ano, Amazon MP3 pouco faz cócegas na iTunes Store

Um ano depois do seu lançamento, a Amazon MP3 conquistou uma fatia significante do mercado de músicas digitais nos Estados Unidos, mas não impactou a iTunes Store, de acordo com o blog AllThingsD. Déjà vu.

Publicidade

Amazon MP3

Apesar de os números oficiais ainda não terem sido publicados, executivos de gravadoras e informações da Billboard apontam para um market share de 5 a 10 por cento, enquanto a Apple continuaria com 70 por cento ou mais. Isto indicaria, portanto, que a Amazon teria roubado mercado de outras concorrentes, ao invés de cutucar a #1.

As previsões também mostram que nem todas as suas vantagens e diferenciais foram suficientes para que a Amazon MP3 despontasse no segmento. A loja comercializa músicas de todas as quatro grandes gravadoras sem proteção DRM, isto é, todas as suas músicas podem ser reproduzidas no iTunes, iPods e outros PMPs sem problemas.

Publicidade

Ao que tudo indica, as pessoas querem faixas sem proteção de direitos autorais, mas não vêem isso como uma vantagem tal para descartarem a integração e usabilidade da iTunes Store com iPods, iPhones e Apple TVs.

Enquanto isso, no ranking de vendas de MP3 players do portal Amazon.com, os gadgets da Apple ocupam 22 das 25 posições, sendo que da 1ª à 15ª só dá Maçã. Estão todos lá: shuffle, nano, classic e touch. Os três únicos produtos que não vêm de Cupertino são o Coby de 4GB (16ª), o Zune preto de 120GB (24ª) e o SanDisk Sansa m250 de 2GB (25ª).

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MobileMe

Apple promove uma série de melhorias no MobileMe

Próximo Artigo

Testamos o Arcade Hockey, primeiro jogo da Brainjuice para iPhones/iPods touch

Posts Relacionados