O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Analista afirma que o “espírito Jobs” já foi institucionalizado na Apple

Foto: acaben (Flickr)

Aos poucos, a poeira sobre o anúncio da ausência de Steve Jobs na Macworld 2009 (e da Apple como um todo, a partir da Macworld 2010) baixa e as pessoas começam a pensar mais com a cabeça. Shaw Wu, analista do banco de investimentos Kaufman Brothers, falou hoje ao AppleInsider sobre o que acha acerca da representatividade de Jobs na Maçã.

Publicidade

Wu diz que, apesar do profundo trabalho que Jobs já realizou pela sua companhia, outra conquista sua foi a de carimbar a sua personalidade em boa parte dos seus mais de 32 mil empregados. E isso inclui, é claro, a equipe de gerenciamento sênior da Apple, o que significa que a empresa continuaria normalmente sem a sua presença.

Foto: acaben (Flickr)

Concordando com Gene Munster, da Piper Jaffray, Wu ratifica a idéia de que a saúde e o cargo de Jobs na Apple não deveriam ser preocupações para investidores. Ele afirma que a empresa tem seu “lugar cativo” e uma “cultura de inovação e execução” graças a Jobs.

A Apple fez um ótimo trabalho, nos últimos anos, recrutando pessoas apaixonadas pelos seus produtos e pela própria companhia, o que significa que tais indivíduos conseguirão segurar as rédeas da empresa mesmo se Jobs começar a se afastar dela.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Camino Project lança primeira versão beta da geração 2.0 do seu navegador

Próximo Artigo

De graça, até injeção na testa! XXII

Posts Relacionados