O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Songsmith é uma forma de criar melodias torturantes; Mac é Pop!

SongsmithCaso você seja uma daquelas pessoas que gostam de elevar a tortura ao estado de arte e premiar seus desafetos com coisas terrivelmente toscas e irritantes — que tal um DVD contendo todos os monólogos do último capítulo de A Favorita? —, então fique atento, pois a Microsoft desenvolveu a arma o software definitivo. O melhor de tudo é que, com ele, até uma menininha de voz irritante consegue compor músicas!

Publicidade

Que entre em cena, Songsmith: o criador de baladinhas 171 de karaokê barato.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dTXG2uKNLIw[/youtube]

Se você notar bem, o vídeo acima não é simplesmente irritante: ele é estúpido além da compreensão humana. A cereja no topo, porém, é que um dos computadores usados para mostrar o Songsmith em ação é, ironicamente, um MacBook unibody Pro deformado com adesivos infantis. Imagino que alguém na Microsoft tenha tido a brilhante idéia de colocá-lo como figurante para adicionar viralidade à mistura ou para provar que “I’m NOT a PC”… Pontos extras para a frase do dia: “Microsoft? Então é bem fácil de usar!”, em 1’55”. Sinceramente? Assim como todo o vídeo, há uma profunda carga de ironia nisto.

Mas vamos falar sobre como o Songsmith funciona, afinal de contas você deve estar doido pra saber qual será o método de tortura usado pelo vilão no próximo filme do 007, não? É tudo bem simples, em teoria: você escolhe um gênero entre notas musicais travestidas…

16 — Songsmith

…depois lida com uma interface relativamente simples, na qual pode escolher entre várias opções e ajustar coisas como o tempo ou o humor da música (se ela será mais “alegre” ou “triste”). Tudo procurando estupidificar simplificar ao máximo o processo, para que qualquer um possa compor canções mesmo sem nunca ter tido uma aula sequer de piano ou canto. Na verdade, você nem precisa saber que os mascotes do software são notas musicais: basta cantar e o programa cuida de adicionar os instrumentos em harmonia com sua voz, seja ela maravilhosa e afinada ou horrível. Em um caso ou no outro, o resultado nunca é muito bom.

16 — Songsmith

Não vou dizer que este é um concorrente para o GarageBand, principalmente agora que um dos focos do programa da Apple tornou-se justamente diminuir o nível de amadorismo do usuário ao oferecer aulas de instrumentos no próprio programa. Também não vou mencionar que o vídeo promocional está tão bom quanto os da campanha “I’m a PC”. Mencionar que as músicas geradas pelo Songsmith são de baixíssimo nível e enfezantes é ser gentil demais — 100% tecladinho de churrascaria. Acho que vou apenas dizer que…

Publicidade

IMHO: -2/5 A menina é chata, o pai é abobalhado, a interface do programa é assustadora, musical FUBAR!

Publicidade

Interessou-se e quer matar alguém de raiva? Esta belezura custa apenas US$30 na Microsoft Store.

[Dica do Pedro Nicoli, obrigado!]

Atualização (17/1/09 às 13hs): corrigido o tipo de MacBook presente (graciasgalileu!) e adicionado mais sobre o funcionamento do software.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Tema deixa iPhone 3G com a aparência do BlackBerry Storm

Próximo Artigo

YouTube começa a remover o áudio de vídeos com músicas protegidas por direitos autorais

Posts Relacionados