O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Será que a Apple voltará atrás e habilitará processos em plano de fundo no iPhone OS?

Não é novidade que tem muita gente sentindo falta do serviço de notificação push em plano de fundo no iPhone OS, prometido pela Apple durante a WWDC 2008. Basicamente, a ideia do serviço é permitir que aplicativos alertem os usuários de suas atualizações remotamente, sem a necessidade de mantê-los abertos consumindo memória e CPU desnecessariamente. Mas, ao que tudo indica, a implantação desse serviço está sendo muito mais difícil do que era previsto originalmente, e pelo jeito a Maçã terá que apelar para outra alternativa.

Publicidade

Serviço de Notificações Push para o iPhone OS

A solução mais fácil — e que aparentemente já está sendo considerada pela Apple, segundo o MacRumors — é habilitar processos em plano de fundo para os aplicativos. Isso mesmo, os background processes criticados por Scott Forstall durante a última WWDC podem significar o final dessa novela toda, que já dura mais de seis meses.

Apesar de parecer uma solução simples em um primeiro momento, isso faria a Apple mudar a sua opinião sobre algumas “fraquezas” de outras plataformas móveis. E independente dessa alternativa ser melhor ou não para alguns, ela não é a melhor saída. Não precisa bajular a opinião da Maçã sobre o assunto para concluir isso: o hardware dos smartphones atuais ainda é — e vai ser por um bom tempo, pode acreditar 😛 — muito limitado. Tão limitado que um sistema otimizado baseado no Mac OS X não possui espaço para atingir o seu total potencial, nem mesmo no novo iPod touch de segunda geração — cuja CPU tem uns megahertz a mais que a do iPhone 3G.

Publicidade

Devido a esse fator incômodo, a melhor ideia para oferecer aos aplicativos a chance de alertar seus usuários sobre mudanças ou atualizações — como mensagens recebidas no Facebook ou postagens de amigos em clientes Twitter — é por meio desse serviço de notificações push, que dispensa a conexão de um aplicativo com o seu servidor próprio e processos em plano de fundo. Em vez disso, a Apple oferece uma conexão desse servidor com o seu serviço de notificações, que por sua vez mantém conexão direta com todos os aparelhos — do mesmo jeito que a sua operadora mantém seu celular conectado via 3G ou EDGE, saca? –, mantendo-os atualizados com as mudanças dos aplicativos.

Serviço de Notificações Push para o iPhone OS

Tudo bem, para explicar tudo isso basta um slide, mas a sua complexidade é enorme. Pra começar, um serviço desse tipo tem que permitir fácil redimensionamento, ou seja, tem que suportar muitos servidores de informações com os quais os aplicativos são conectados e ainda suportar uma expansão no futuro. Além dessas várias conexões de entrada, ele precisa manter uma conexão direta com milhões e milhões de iPhones e iPods touch, mantendo as informações de cada um deles sincronizadas. Tudo passando por um sistema adaptado exclusivamente pela Apple — o que pode até significar um problema para donos de aparelhos desbloqueados ou jailbroken, mas detalhes disso não há como prever ainda.

Na minha humilde opinião, a Apple não permitirá que processos em plano de fundo sejam executados no iPhone OS, mesmo que com uma série de limitações. Acredito que ele voltará em futuros betas do iPhone OS destinados a desenvolvedores atualmente inscritos no seu programa pago. A garantia que temos com tudo isso é que existe uma preocupação de que ele só estará disponível para usuários quando for 100% confiável, e quem sabe valerá a espera.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Investigação da SEC pode estar entrando em terreno onde a lei protege a privacidade de Steve Jobs

Próximo Artigo
Ícone do Itaú Mobile

Banco Itaú lança aplicativo oficial na iPhone App Store

Posts Relacionados