O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

E se a iPhone App Store pudesse ser ainda melhor?

Apesar do inegável sucesso entre a base de usuários — com mais de 500 milhões de aplicativos vendidos e um acervo de quase 18 mil opções —, a iPhone App Store não é ainda o paraíso para muitos dos desenvolvedores. Esta é a conclusão final a que o jornal The San Francisco Chronicle chegou após pesquisar entre eles o que poderia ser melhorado na loja da Apple.

Publicidade

App Store: 500 milhões de downloads

Aqui vai a lista:

O problema dos aplicativos de US$1: para os desenvolvedores tem sido difícil criar um perfil dos consumidores baseado no valor dos aplicativos e no número de downloads. Obviamente, os aplicativos mais baratos acabam sendo a maioria na lista dos mais populares. Uma das sugestões para corrigir isso é a possibilidade de fazer uma lista dos aplicativos mais lucrativos. Outra queixa é o modelo atual que só permite a venda única, sem a opção de uma assinatura mensal de uso.

Publicidade

Vida após o Top 100: foi um consenso entre os desenvolvedores que o número de downloads sobe absurdamente quando o aplicativo fica entre os 100 mais populares. A partir dessa faixa, a viabilidade pode ficar mais complicada quando se tem um acervo tão vasto. Uma das ideias sugeridas para corrigir isso seria a criação de um sistema que permitisse aos usuários visualizar o que seus amigos têm comprado na loja. “Estou ansioso para algo similar ao que o Xbox Live faz, onde é possível ver o que os seus contatos e amigos estão jogando”, disse Walton, que vendeu mais de 250 mil cópias do Retronyms.

Transparência: a forma como a Apple conduz atualmente a aprovação dos aplicativos é um verdadeiro mistério. Os desenvolvedores às vezes precisam esperar de duas semanas a dois meses para receber algum parecer positivo ou não, o que acarreta em diversos problemas de comunicação. Outra demanda é a possibilidade de executar programas em segundo plano, o que permitiria atualizações automáticas e o envio de alertas. “Nossa esperança não é para envergonhar a Apple, mas para aumentar o conhecimento mútuo evitando que desenvolvedores percam seu tempo”, afirmou Arlo Gilbert, CEO da iCall. “É como construir uma casa e depois lhe avisarem que você não pode colocá-la no seu próprio terreno.”

Espero que a Apple escute essas sugestões. E você, acha que isso também melhorará a vida dos consumidores?

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Microsoft revela detalhes do My Phone, seu concorrente para o MobileMe

Próximo Artigo

Krypton Egg: jogo clássico do Atari e Amiga ganha versão para o iPhone

Posts Relacionados