O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Agregador e reprodutor de vídeos, projeto open source Miro chega à versão 2.0

Ícone do MiroFaz tempo desde que apresentei o Miro para vocês aqui no MacMagazine. De outubro de 2007 para cá, muita coisa mudou, e hoje o projeto gratuito de código aberto chegou finalmente à sua versão 2.0.

Publicidade

Considerado pelo seu time como “o maior update na sua história”, o Miro 2.0 une funções de um reprodutor multimídia com uma biblioteca digital, além de um navegador da web para vídeos e podcasts online (tanto de áudio quanto de vídeo). O aplicativo reconhece e reproduz a maioria dos formatos multimídia que encontramos hoje por aí e ainda oferece uma busca integrada para diversos sites de compartilhamento de vídeos, podendo inclusive transmitir programas de sites como o Hulu e CBS.com, além de baixar torrents.

Bastante customizável, o Miro permite que o usuário defina que um vídeo seja reproduzido após o outro ou que até mesmo faça downloads automáticos de podcasts. Além disso, ele oferece uma variedade de atalhos de teclado, bem como uma barra lateral bastante flexível, que permite que seus itens sejam agrupados em pastas.

Miro 2.0 no Mac OS X

Mas o grande foco desta nova versão — que vem com uma interface bastante remodelada, por sinal — são vídeos em HD. No Miro Guide já é possível achar uma bela seleção de videocasts e podcasts em alta definição, sendo que o programa pode até mesmo baixar vídeos em HD do YouTube (sempre que estiverem disponíveis, é claro).

Publicidade

Confira abaixo uma apresentação do produto:

Publicidade

O Miro 2.0 está disponível para download em versões para o Mac OS X, Windows, Ubuntu, além de outras distros de Linux. Baixado mais de 4 milhões de vezes só em 2008, ele já foi traduzido em mais de 40 idiomas diferentes, incluindo o português.

[Via: Download Squad.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Ex-desenvolvedores da Mozilla lançam novo gerenciador de emails, o Postbox

Próximo Artigo

Mozilla revela alguns de seus planos para o Firefox 3.2

Posts Relacionados