O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Intel demonstra primeiros chips de 32 nanômetros

Logo da Intel

Logo da IntelPelo jeito, a Intel quer adiantar o lançamento oficial dos primeiros chips de 32 nanômetros. O foco da sua apresentação durante a International Solid-State Circuits Conference não foi o seu novo Xeon de oito núcleos, e sim a primeira demonstração dos processadores que usam a arquitetura Westmere — codinome usado para os produtos do seu novo processo de fabricação.

Publicidade

Os primeiros processadores Westmere demonstrados darão origem a duas plataformas distintas: Clarkdale (para desktops) e Annendale (para portáteis). Ambos são dual-core, com um design baseado na mesma estrutura dos Core i7, mas com dois detalhes essenciais: além do próprio processador de 32 nanômetros, os chips contam com uma interface de memória DDR3 e um processador gráfico de 45 nanômetros.

Ele não é capaz de substituir uma GPU dedicada, porém seu funcionamento é semelhante ao das duas NVIDIA GeForce dos MacBooks Pro: em situações que necessitem de economia de energia, é possível trocar o chip gráfico independente pelo integrado ao próprio processador. Essa integração permite que a Intel concentre seus recursos em produtos mais eficientes, que chegam ao mercado mais rápido e vendem muito mais, pois permitem a criação de produtos de menor custo.

Publicidade

No entanto, há muito mais que isso a caminho do mercado. Sem a necessidade de uma estrutura dedicada e de um processo de fabricação de alta eficiência como os do Xeon, a plataforma Gulftown promete ser o topo de linha para desktops comerciais, com seis núcleos. Graças à tecnologia de Hyperthreading, o processador pode rodar 12 tarefas de programas de uma vez. Além disso, todos os chips baseados na arquitetura Westmere suportam Hyperthreading durante virtualização: teoricamente, isso permite que uma máquina virtual use dois (ou mais) núcleos do processador para rodar.

Por estar se dedicando mais ao seu processo de fabricação de 32 nanômetros, a Intel adiou alguns lançamentos baseados na arquitetura Nehalem, porém eles continuam na lista de novidades para 2009. Entre o final de março e o início de abril, estão previstos os lançamentos dos novos Xeon de quatro e oito núcleos baseados na arquitetura Nehalem. Segundo Stephen Smith, vice-presidente e diretor de operações do grupo corporativo da Intel, ambos os modelos estão em produção e sustentam a possibilidade de um novo Mac Pro ser lançado no mesmo período de lançamento dos novos Xeon.

Quanto aos MacBooks, rumores indicam que eles serão atualizados com chips Core i7 apenas no quarto trimestre deste ano. Também baseados no processo de fabricação de 32 nanômetros, eles levarão um tempo maior para ganhar espaço na linha de portáteis da Apple, o que indica que uma atualização entre os atuais e os baseados no Core i7 ainda está por vir.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Vazaram as fotos do novo iPhone?!

Próximo Artigo
Ícone do Java

Apple libera atualizações de Java e segurança para Mac OS X Tiger e Leopard

Posts Relacionados