O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Sentiu falta do Keynote na nuvem? Conheça o 280 Slides

Pouco antes da Macworld Expo, chegamos a falar da possibilidade de a Apple lançar uma versão online da sua suíte de produtividade, baseada no framework SproutCore — já usado por ela no MobileMe. De fato, o iWork.com chegou, mas não é nada além de um serviço de compartilhamento de documentos criados no desktop, o que com certeza desapontou a alguns que estavam esperançosos por usar o Pages, o Keynote e o Numbers na nuvem. No entanto, se você ainda deseja criar apresentações de slides à moda Apple por meio da Web, pode contar com o 280 Slides, um serviço concebido para ser a verdadeira versão online do Keynote.

Publicidade

280 Slides

Desenvolvido pela 280 North — empresa que inclusive é patrocinada por dois ex-funcionários da Apple ligados ao desenvolvimento do iPhone e da iTunes Store –, o serviço já está em beta público há um bom tempo, mas ganhou a nossa atenção recentemente, pois conta com alguns elementos no design da sua interface semelhantes aos adicionados na nova geração do iWork. Em uma entrevista feita pelo TechCrunch há alguns meses com seus três fundadores, foi possível conhecer os objetivos principais deles com o 280 Slides, além de saber o que faz dele algo mais interessante do que um simples seguidor do sucesso do Google Docs.

Para começar, ele foi desenvolvido do zero já com o objetivo de ter o “look & feel” de um aplicativo desktop para edição de apresentações de slides. E, de fato, ele manda muito bem nesse sentido: apesar de não ter sido construído usando SproutCore, o 280 Slides tem total flexibilidade para manipulação de imagens e texto graças a um outro framework baseado em JavaScript (o Cappuccino). Se você utilizá-lo no Safari, irá notar uma tipografia tão agradável quanto a do Keynote, tanto no Mac, quanto no Windows — inclusive com suporte a várias fontes nativas do seu sistema operacional.

Tipografia no 280 Slides

Não obstante, ele também manipula imagens de uma forma muito natural, quase como o próprio Keynote. Não precisa ficar com medo de usar imagens no formato PNG 24 com canal alfa — algo que o PowerPoint para Windows não sabia fazer antes da versão 2007 –, pois ele lida com os formatos mais complexos para web com total facilidade, inclusive para redimensioná-las ou rotacioná-las no seus slides.

Imagens em PNG no 280 Slides

Elementos como formas vetoriais em SVG e vídeos também podem ser inseridos nos slides, com um espaço de armazenamento disponível para os seus materiais de suporte. Assim, se você não busca nada tão complexo com animações para produzir sua apresentações, pode usá-lo naturalmente, contando ainda com total controle dos elementos que você usa em um slide.

Organização de objetos no 280 Slides

Outra vantagem do 280 Slides é a sua compatibilidade com o formato usado pelo PowerPoint 2007 e 2008 para Mac, tanto para importação, quanto para exportação. O formato também é utilizado para compartilhar uma apresentação criada no serviço via email, além do já popular SlideShare, que cria um widget em Flash para ser inserido no seu site ou blog.

Compartilhamento de apresentações no 280 Slides

No fim das contas, vale a pena dar uma conferida no serviço. O registro é gratuito e permite que todas as suas apresentações e materiais de suporte sejam armazenados online. Como o serviço é beta, vale a pena contribuir com o time de desenvolvimento enviando feedback sobre o seu uso.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Enquete: Apple, o que os leitores do MacMagazine mais querem no próximo iPhone é uma câmera de 3,2MP ou mais

Próximo Artigo

Conceito de nova versão do iTunes mostra como o gerenciamento de aplicativos pode ser melhor

Posts Relacionados