O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Microsoft começa a falar sobre Gazelle, provável sucessor do Internet Explorer

Nunca foi tão bonita a guerra entre os browsers. Atualmente, temos pelo menos cinco grandes nomes no mercado: a Microsoft, com o Internet Explorer; a Mozilla, com o Firefox; a Apple, com o Safari; a Opera, com seu navegador homônimo; e agora também o Google, com o Chrome.

Publicidade

A líder no segmento todos já conhecemos, mas sabemos também que ela vem perdendo terreno constante e rapidamente para a concorrência. Diante de números tão significativos, parece que a gigante de Redmond finalmente decidiu trabalhar seriamente no seu browser, desenvolvendo algo totalmente novo e seguro. O nome do projeto, hoje apenas um kernel de navegador, é Gazelle.

Microsoft Gazelle

De acordo com um documento de pesquisa (PDF, 240KB) publicado recentemente pela empresa, a ideia por trás do Gazelle é criar um mecanismo que o faça funcionar de forma semelhante a um sistema operacional, gerenciando e controlando todos os recursos do sistema em meio a princípios de websites. Com isso, ela visa a obter muito mais segurança e robustez, ao mesmo tempo em que oferece uma performance aceitável e retrocompatibilidade.

“Não obstante, nenhum browser existente, incluindo novas arquiteturas como IE 8, Google Chrome e OP, possui uma construção de SO multi-principal que dá ao sistema baseado no navegador, comumente chamado Kernel do Browser, o controle exclusivo para gerenciar a proteção e o compartilhamento justo de todos os recursos do sistema entre os princípios do navegador”, explica a empresa.

Publicidade

Em termos de compatibilidade, a Microsoft revela já ter conseguido navegar em 19 dos 20 sites mais populares da lista do Alexa. A performance do protótipo hoje existente é “aceitável”, diz o time de pesquisas da companhia — sim, note que o projeto está sendo desenvolvido pelo Microsoft Research, e não pela mesma equipe que cuida do Internet Explorer.

Por enquanto, não há nenhuma previsão de disponibilidade para o software e, no momento, ele é considerado apenas um projeto de discussões internas.

[Via: InfoWorld.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Fabricante francesa lança belo conjunto de alto-falantes para Macs e iPods

Próximo Artigo

Sobre a audição e outros sentidos

Posts Relacionados